Postagens

Mostrando postagens de Março, 2013

Como cuidar dos filhos sem prejudicar o casamento

Imagem
Filhos e o casamento Um dos principais motivos que levam os casais ao altar é desejo de ter filhos, esse sempre foi um dos objetivos do matrimonio, entretanto existem muitos casais que colocam a relação em segundo plano e se preocupam unicamente com o cuidado dos rebentos, esse tipo de comportamento é prejudicial para união amorosa, para a família, para o indivíduo e para os filhos também saiba os motivos.    O prejuízo de pôr os filhos sempre na frente do casamento Limita a Sua Vida O casal que tornou o cuidado com os filhos em sua única (casamento e trabalho seriam extensões disso) função limita os seus interesses, conversas e atividades em coisas e assuntos relacionados aos filhos. A lei natural das coisas é que um dia os filhos irão crescer e sairão para estabelecer as suas próprias famílias, quando isso acontece é que se olha para o marido/mulher e se percebe que está morando ao lado de um total estranho. Por isso muitos casais passam a brigar e até se divorciam depoi

Livre-se dos sentimentos de inferioridade

Imagem
Somos seres sociais e precisamos da aprovação dos outros para nos sentir integrantes de um grupo, antes da civilização nossa sobrevivência dependia disso. Desde pequenos aprendemos que somos aceitos quando correspondemos ao que as outras pessoas esperam de nós (criança boazinha ganha sobremesa, criança malcriada fica de castigo), desse modo quando não conseguimos satisfazer tais expectativas ou acreditamos que somos incapazes de satisfazê-las, somos tomados por um sentimento de inadequação, nos sentimos o “patinho feio” do nosso grupo. Como se livrar dos sentimentos de inferioridade?   Pare de sentir autopiedade A piedade dos outros nos coloca em uma posição confortável, em que nos vemos desobrigados a realizar determinadas tarefas e ficamos livres da culpa e das acusações (coitadinho! Tá dodói, não precisa ir à escola...). Em certa etapa da vida as pessoas não nos veem mais como coitados, mas ainda assim ansiamos pela piedade e toda proteção que vem com ela. O que

O que fazer após uma traição?

Imagem
O QUE FAZER APÓS UMA TRAIÇÃO? Depois de descobrir que foi traída, uma pessoa é tomada de diversos sentimentos: raiva, culpa, decepção, desamparo. Muitos pensamentos contraditórios e dúvidas veem a mente nesse período. Isso dificulta tomar uma decisão coerente. Dessa forma este artigo tem por objetivo ajudar a considerar alguns pontos fundamentais para que você fundamente a sua decisão. ENTENDA QUE NÃO É CULPA SUA A culpa é um dos primeiros sentimentos que afligem quem foi traído. É claro que a pessoa que foi traída entende que foi uma vítima, porém o sentimento de que não é bom o bastante para o parceiro também surge nesse momento. A vítima de traição por vezes passa a acreditar que não é atraente o bastante ( ou que é feia), que não se dedicou o suficiente ao companheiro e coisas do tipo. O traidor costuma reforçar tais sentimentos, afinal lhe é conveniente se livrar da responsabilidade empurrando-a para o traído (a). Esta estratégia cruel é muito usada e chega