Bulimia

A mídia, desde sempre, insiste em apresentar um padrão de beleza e isso pode gerar consequências graves para as pessoas que não possuem uma boa autoestima. Essa padronização pode levar a sérios transtornos alimentares, os mais comuns são bulimia e anorexia.

Na anorexia, o indivíduo geralmente procura se manter sempre abaixo do peso, comendo muito pouco ou nada. Mas na bulimia ocorre o contrário. Há grandes ingestões de quantidade de alimentos, seguido por um sentimento de culpa e vergonha. Dessa forma, a pessoa força para colocar para fora tudo o que foi ingerido.
A bulimia é um transtorno alimentar grave onde ocorre episódios de compulsão alimentar, seguidos de culpa, vergonha e frustração, dessa forma levando o indivíduo a realizar atos para compensar a compulsão alimentar. O ato mais comum de compensação é a provocação do vômito e o uso abusivo de laxantes. 

Sintomas da bulimia
A doença apresenta sintomas que começam com a ingestão de grandes quantidades de comida, porém não há ganho de peso, muito pelo contrário, a pessoa começa a emagrecer de forma rápida e não natural. Veja a seguir os sintomas que podem ser percebidos nesse transtorno alimentar:
·       Ingestão de grandes quantidades de alimentos que vem acompanhada por vergonha e frustração, o que faz com que a pessoa tente compensar esse desequilíbrio forçando a expulsão do alimento do estômago;
·       Estresse de forma intensa e sensação de que não consegue parar de comer;
·       Autoestima baixa, sempre em busca do peso e imagem corporal desejados;
·       Idas frequentes ao banheiro logo após o término de uma refeição;
·       Comportamento obsessivo com relação à dietas e exercícios físicos;
·       Há o aparecimento de sintomas da desnutrição como desmaios, fadiga, tontura, sono ou insônia.
Leia também:

Causas da bulimia

As causas deste transtorno alimentar ainda são desconhecidas, sabe-se que se trata apenas de um transtorno alimentar que pode ser desenvolvido por meio de fatores externos.
Esses fatores podem vir por meio da influência da mídia em manter um padrão de beleza ou até mesmo de críticas feitas por outras pessoas a respeito da aparência do indivíduo.

Tratamentos Para bulimia

O tratamento para a bulimia é um pouco complexo e envolve diversas áreas da saúde. Todo paciente que apresenta o transtorno alimentar deve receber acompanhamento de um nutricionista especializado, um psicólogo e psiquiatra.
O nutricionista será responsável por realizar o acompanhamento de uma dieta para a pessoa bulímica e fazer com que haja uma redução de quadros anêmicos, contribui para a saúde física do indivíduo, pois a bulimia é uma doença que afeta a mente e o corpo.
O psicólogo vai ajudar o paciente a entender o que provocou esse comportamento bulímico e vai fazer com que o indivíduo crie novas perspectivas a partir de uma outra visão, já que eles podem ter percepções distorcidas das coisas, principalmente da própria aparência.
Já o psiquiatra será o responsável por receitar remédios que ajudem a melhorar o quadro de compulsão alimentar e elevar a autoestima. Isso fará com que as psicoterapias tenham um melhor resultado e mais rápido.

Prognóstico

A Bulimia é uma doença complexa, que envolve fatores psicológicos e físicos, isso faz com que ela seja uma doença de difícil tratamento. No entanto, com o tratamento adequado, é possível melhorar muito o quadro do transtorno alimentar e até mesmo é possível que o portador da doença possa ficar curado.

Não Se Esqueça

A bulimia é uma doença grave e que se não tratada de modo correto pode levar à sérias complicações mentais e principalmente físicas para o indivíduo.
Para evitar um quadro bulímico é necessário manter sempre o pensamento de uma alimentação saudável que não seja dependente do peso em que a pessoa se encontra.
Em casos de crianças é necessário manter sempre um diálogo aberto com o médico pediatra, desta forma eles poderão identificar a presença de um possível transtorno alimentar.
Next
This is the most recent post.
Previous
Postagem mais antiga

Postar um comentário

Blogger