Alternância de períodos com um ótimo humor e com períodos de depressão ou irritação pode ser sinal que a pessoa está sofrendo com o transtorno de personalidade bipolar. Pessoas irritadas e ansiosas que focam no imediato e sofrem com os atos impulsivos e que colocam a culpa nos outros com o comportamento reincidindo.

Essa rotina pode ser um indício que aquele indivíduo sofre do transtorno bipolar. No entanto, conseguir diagnosticar é muito difícil na grande maioria das vezes.

A ideia geral é que quem sofre com a bipolaridade apenas tem picos de depressão e irritabilidade. É por isso que este transtorno acaba passando despercebido e até sendo considerado como uma característica da personalidade daquela pessoa.

Poucas pessoas sabem que o transtorno de personalidade bipolar pode apresentar ciclos curtos e até mesmo diários; que seus sintomas necessariamente não são distintos: irritabilidade, hipomanias, depressão e ansiedade podem conviver em conjunto. É justamente isso que vai acabar dificultando até o trabalho dos profissionais na identificação do problema.

O transtorno de personalidade bipolar pode se dividir em dois tipos, o I que é mais raro com ciclos bem nítidos, e o II, que é mais leve quando está nos períodos mais acelerados e ativos que acabam caracterizando as hipomanias.




O que é transtorno de personalidade bipolar?

O transtorno de personalidade bipolar trata-se de um distúrbio psiquiátrico complexo cuja característica que mais marca é a alternância de episódios de euforia com os de depressão e também com períodos que não se apresenta nenhum sintoma entre eles. Essa alternância pode acontecer de forma súbita e as crises podem ter uma variação na sua intensidade, duração e frequência.

Essas flutuações no humor possuem reflexos negativos no comportamento e nas atitudes do paciente. A reação provocada sempre é desproporcional  aos fatos que acabam servindo de gatilho ou até independem deles.

Geralmente essas perturbações do humor se manifestam tanto em homens quanto em mulheres que tenham entre 15 e 35 anos. Mas as crianças e também as pessoas que possuem mais idade também podem ser afetadas.

 Sintomas e Como Identificar

O transtorno de personalidade bipolar apresenta sintomas que dependem do exato tipo da doença e que varia de acordo com cada pessoa. Para algumas delas os maiores problemas são os picos de depressão. Já para outras a preocupação aumenta enquanto se está nos picos de mania.

Também pode acontecer dos sintomas da hipomania e da depressão acontecerem ao mesmo tempo. A seguir, citamos os principais sinais desse transtorno:




Fase maníaca


Na fase maníaca quem sofre com o transtorno de personalidade bipolar pode se distrair facilmente, ter uma redução na necessidade de sono e sua capacidade de discernimento sofre uma redução.

Seu temperamento sofre alteração já que se torna pouco controlado, tem compulsão alimentar, bebe demais e até pode usar drogas em excesso.

Também pode ter gastos excessivos, manter relações sexuais com diversos parceiros, apresentar um aumento de energia, ficar hiperativo. Os pensamentos se tornam acelerados que chegam a se atropelar, fala excessivamente, sua auto estima fica muito alta, tem um envolvimento grande em atividades e ainda ficar agitado ou irritado.

Essa fase maníaca pode durar alguns dias e até meses. Os sintomas que foram citados são bem mais comuns nas pessoas que sofrem com o tipo I do transtorno de personalidade bipolar. Quem sofre com o tipo 2 desta doença os sinais são bem parecidos, mas sua intensidade é menor.

 


Fase depressiva


Nesta fase é comum que a pessoa se sinta desanimada ou triste todos os dias, tenha dificuldade em se concentrar, lembrar algo ou tomar alguma decisão, perde peso e o apetite. A pessoa ainda pode comer em excesso e consequentemente ter um ganho de peso, tem fadiga ou uma falta de energia sem explicação, se sente inútil, culpado ou sem até sem esperança.

A pessoa ainda pode perder o interesse em realizar atividades que antigamente eram prazerosas. Também apresenta uma auto estima baixa, pensamentos sobre suicídio e morte podem acontecer, apresentar problemas para dormir ou ter excesso de sono. Afastar-se dos amigos também é mais um sinal deste transtorno bipolar.

As chances de uma pessoa que sofre com essa doença tentar cometer suicídio é muito grande. Os sintomas podem sofrer uma piora pelo fato dos pacientes acabam abusando do álcool ou de qualquer outra substância.

Existem casos que essas duas fases acabam se sobrepondo, ou seja, os sintomas depressivos e maníacos ocorrem juntos ou de forma rápida, um após o outro. Neste caso têm-se o estado misto.

Pode acontecer das oscilações do humor acontecerem conforme a estação do ano. Alguns pacientes apresentam pico de hipomania ou mania na primavera e verão que são estações mais quentes. Em outros casos esses sintomas se apresentam nas estações frias como o inverno e o outono.

Causas deste transtorno

Ainda é desconhecida a causa exata deste transtorno, mas a ciência acredita que são diversos fatores que estão envolvidos nessas oscilações de humor que a doença provoca. Alguns desses fatores são:

     Peculiaridades biológicas - quem sofre com o transtorno de personalidade bipolar apresenta diferenças físicas no cérebro. Isso pode permitir que os cientistas descubram a causa exata desta doença.
     Neurotransmissores - um importante fator causador deste transtorno é um desequilíbrio entre os neurotransmissores.
     Hormônios - uma das possíveis causas é o desequilíbrio hormonal.
     Hereditariedade - quem tem histórico na família são mais suscetíveis a ter essa doença. Isso leva os cientistas a crerem que a genética está envolvida.
     Meio ambiente - abuso sexual, estresse e demais experiências traumáticas podem ter relação com o desenvolvimento do transtorno de personalidade bipolar.

Formas de tratamento

O transtorno de personalidade bipolar não é curável. No entanto, ele pode ser controlado. Seu tratamento pode durar muito tempo, até anos. Normalmente diversos especialistas em várias áreas costumam fazê-lo.

        Algumas formas mais comuns de tratamento para o transtorno bipolar são:
     Hospitalizaçao
     Uso diário de medicamentos
     Com os sintomas controlados tanto o tratamento quanto o foco passam a ser a manutenção estável do humor
     Casos que o paciente é dependente o tratamento também consiste em reabilitá-lo desses vícios.      

 Mas mesmo estando sob tratamento boa parte dos pacientes volta a ter períodos de mania e depressão. Os principais objetivos de uma terapia para o transtorno bipolar são:
     Evitar que essas fases se alternam
     Evitar a hospitalização
     Impedir que tenha comportamento de suicídio e autodestrutivo
     Ajudar a agir melhor entre os episódios
     Reduzir a frequência e gravidade dos episódios

     Outra parte muito importante neste tratamento é a psicoterapia. Existem vários tipos de terapia que podem ser úteis como a psicopedagogia, terapia cognitiva comportamental e a terapia familiar.

Resumindo…

O transtorno de personalidade bipolar tem afetado inúmeras pessoas, mas muitas delas ainda não tem o diagnóstico, pois em alguns casos fica muito difícil identificar. Existem algumas formas de tratar que pode incluir a hospitalização e uso de medicamentos todos os dias.

Deixe sua opinião e comentário a este respeito e compartilhe com seus amigos nossa página.

Postar um comentário

Blogger