O que eu quero é amor e não presentes
Sabe quando você tem aquela sensação de que o amor correspondido não está sendo suficiente? Essa coisa de não ter atenção cansa.  Será que é tão difícil assim para as pessoas entenderem que a felicidade está nas pequenas coisas, gestos e não nos valores materiais? Não adianta nada me encher de presentes, coisas caras, mimos se não tenho a verdadeira essência do relacionamento: o amor.
Às vezes fico cansada de ficar discutindo com o meu parceiro para mendigar amor, mas a maneira de ele fazer as pazes é me dar algo de valor material. Tudo bem que sempre é gostoso ganhar um presente, mas será que resolve o verdadeiro problema da relação? Estou cansada de me sentir sozinha tendo alguém do lado. Por que é tão difícil de ele querer passar aquele tempo extra comigo? Será que o problema é comigo?

O que eu realmente quero são conversas inesquecíveis, que você me manda uma mensagem: “tô indo ai te ver”, que demonstre interesse, elogia as minhas qualidades e saiba que para me fazer feliz basta estar apaixonado por mim.



O que posso fazer para melhorar essa situação?
Amiga, sei que talvez você possa estar passando por essa situação ou algo semelhante. Mas, calma! Nós vamos te dar alguns conselhos para que você possa consertar essa situação no relacionamento. Mas para começar, é importante que seja firme, tenha postura e não tenha medo de tomar atitudes.


Abra um diálogo sincero
Muitas vezes uma conversa resolve tudo. Se você sente que na relação entre casal não possui uma conversa aberta sobre os problemas, está na hora de adotar essa medida. Às vezes é só isso que vocês precisam: sentar, olhar um nos olhos do outro, colocar as cartas na mesa e dizer o que sentem.

O que pode estar acontecendo é que talvez seja ele quem esteja infeliz no relacionamento. Às vezes nessa conversa você pode descobrir que são algumas atitudes suas que o incomoda, mas ele tinha receio de falar.



Não force tanto as coisas
Há muitas pessoas que gostam de um pouco de liberdade no relacionamento. Certifique-se de que a cobrança não seja tão excessiva. Isso pode ser sufocante e desgastante para ambos os lados.

Na conversa que tiverem, analise se o que ele precisa é de um tempo para fazer as coisas pessoais dele. Às vezes você também precisa de um tempo pra si mesma. Saiba ter um equilíbrio no relacionamento que deixe ambos os lados confortáveis. 

Evite tomar atitudes precipitadas
Esse negócio de “dar um gelo” no boy pode ser ainda mais prejudicial, sabia? Isso pode deixar que ele se afaste mais ainda. Se a relação já estiver meio balançada, esse pode ser o último fio para que chegue ao fim. Como dissemos, procure sempre pelo equilíbrio. 

Se for preciso, termina
Sério. Se não tem nada que segura vocês dois juntos e depois de todas essas atitudes ele não mudou, chegou a hora de tomar uma atitude firme. Até quanto vale a pena ficar sofrendo para pedir atenção? Coloque isso na balança e analise bem os fatos. Não tenha medo de ficar “sozinha”. Muitas vezes seus amigos e família podem te dar mais atenção do que ele.

Postar um comentário

Blogger