Ele (a) vive falando em separação, por qualquer motivo


Relacionamentos desgastados parecem estar em constante ameaça e precisam de cuidados. 

Às vezes, acontecem na vida dos casais momentos não muito felizes. Momentos de instabilidade, de dúvida, de não saber ao certo o que se quer ou o que se espera da vida e do cônjuge. Nessas horas de desgaste, muitas vezes, para piorar ainda mais a situação, o mundo não ajuda, com seu ritmo frenético, pesadas rotinas de trabalho e pouquíssimo tempo para cuidar das pessoas que amamos. 

O resultado disso é que a todo momento parece que o marido ou a esposa estão dispostos a encerrar esse relacionamento, e aparentam utilizar isto como ameaça ou chantagem. Qualquer coisa que aconteça entre os dois, mesmo que sem muita gravidade, parece se tornar o estopim de uma briga que não terá fim até que aqueles dois se separem.



casal se distanciando


Essas horas nunca são fáceis, mas é preciso erguer a cabeça, bater no peito e encará-las de frente. Se sua intenção não for terminar o relacionamento, vale a pena insistir para que estes difíceis tempos de instabilidade passem e retornem a calmaria e o prazer do amor que já se teve um dia, no começo do casamento ou da relação, principalmente.


Ouça, entenda, converse

O diálogo, mais do que qualquer coisa, pode ser um remédio para tudo na vida de um casal, principalmente se ele for realizado com serenidade, respeito e vontade de mudança. Se seu ou sua cônjuge ameaça constantemente pela separação, busque sentar-se com ele ou ela e conversar. Busque saber quais coisas incomodam a pessoa que vive com você e por que ela se sente tão determinada a terminar a relação por coisas que às vezes parecem banais.
·       Renove o seu casamento



Ouviu? Reflita
Para viver bem a dois e conseguir ter uma relação saudável e feliz, às vezes, é necessário ter humildade e disposição para mudar. Muitas vezes acabamos não percebendo, mas fazemos coisas muito desagradáveis que podem trazer infelicidade ao nosso ou nossa cônjuge sem que nem mesmo percebamos isso. 

Portanto, ao ouvir as demandas de seu ou sua companheira, pare, busque tranquilidade e faça um momento de reflexão para si mesmo. Pense estratégias de como mudar as coisas que foram solicitadas, e como fazer isso sem prejuízos ou sem deixar de ser quem realmente você é.


Refletiu? Faça!
Uma vez que você tenha pensado sobre tudo o que é possível fazer por seu ou sua parceira, não perca tempo: coloque em prática! Mas não deixe de acompanhar regularmente as reações da pessoa que vive com você, para saber se suas modificações comportamentais têm sido bem recebidas por ele ou ela.

Tente ser criativo, inventar brincadeiras de casal, fazer coisas juntos, dar mais atenção, se possível, fazer uma viagem, ou coisas desta espécie. Muitas vezes, todo esse sentimento ruim de término nada mais é do que resultado do estresse do dia a dia, e uns dias de descanso devem ajudar bastante.


Dê amor
Ao conversar, ouvir, refletir, mudar e fazer as coisas por seu ou sua parceira, você mostra a ele(a) e a você mesmo que vocês se amam. Faça com que tudo isso valha a pena e reconquiste o amor da sua vida. 

Postar um comentário

Blogger