Não Sei Receber críticas

As críticas - mesmo quando construtivas – nem sempre são toleradas assim com tanta facilidade. Isso porque, em muitos casos, nos sentimos profundamente ofendidos com o que nos é dito. Porém, quando não lidamos com essa situação, ela tende a ser ainda mais destrutiva.

Vamos imaginar que você ouviu uma crítica que não gostou no trabalho. Você muito possivelmente vai ficar remoendo aquela informação por dias e dias e, consequentemente, vai não só destruir a sua saúde mental aos poucos, como também, diminuir o estímulo e a produtividade no ambiente de trabalho.

E não importa quem você é ou qual a sua posição: em algum momento você será criticado por isso. E já que não temos como evitá-las, o certo é saber lidar com elas. Neste artigo, confira dicas e orientações que lhe ajudarão a lidar com as críticas de modo positivo.

Leia também:
·       Como Ser Respeitado
·       Melhore Sua Autoestima  


10 Dicas Para Aprender a Lidar Com Críticas


1. Seja paciente ao recebê-la
Assim que receber a crítica, a vontade de extravasar pode surgir. Tome cuidado. Processe a crítica (tenha sido ela dita pessoalmente ou por escrito) e evite ao máximo respondê-la imediatamente.

Ao responder, você pode acabar dizendo coisas que não diria normalmente – o que fará com que os remorsos envolvendo essa situação possam ser ainda maiores.


2. Leve a fonte em consideração
A pessoa que fez a crítica direcionada a você realmente conhece sobre sua vida? Sabe quem você é? Resumidamente: ela sabe sobre o que está falando?

Lembre-se que na grande maioria dos casos a pessoa nos criticando nem se quer tem noção sobre o que estão dizendo.

        Além disso, existem também as pessoas que gostam de ‘colecionar sacos de pancada’. Neste sentido, eles se tornam críticos profissionais e julgam qualquer coisa que encontram pela frente. Se você se tornar uma vítima deste tipo de gente, já sabe o que fazer: desconsiderar, ignorar totalmente. 

como lidar com criticas


3. Muito cuidado com a defensiva
A dica, com certeza, é complicada para ser seguida. Nós, seres humanos, como animais em constante evolução, respondemos instintivamente às críticas de duas formas: com a fuga ou com o ataque. E nenhuma dessas respostas são adequadas. Sendo assim, não se auto defenda e nem ataque: isso lhe manterá um grau acima quando o assunto for ‘escala da evolução’.


4. Há verdade envolvida?
Escute a crítica, analise e depois seja sincero (a) consigo mesmo: há verdade envolvida na crítica? Se a resposta por sim, procure em si mesmo maneiras de melhorar neste aspecto. E se não houver? Então a ignore completamente.


5. Não leve a crítica para o lado pessoal
Muito raramente alguém vai direcionar uma crítica para a sua pessoa – mas sim, para algum comportamento ou modo de agir. Sendo assim, tenha a total consciência de que aquele comportamento, que pode ter sido um erro ou um descuido, não diz nada a respeito sobre a sua pessoa, seus valores.

O fato de você ter feito alguma coisa que alguém não gostou não tem relação alguma com a pessoa que você é de verdade. Sendo assim, não há porque se martirizar: você conhece a si próprio melhor do que ninguém.


6. Se a pessoa apontou alguma verdade sobre você...
Ótimo! Veja-a como uma fonte para feedbacks verdadeiros. Pessoas muito críticas costumam ser assim com todos – e não só com você. Basicamente, elas dirão o que acham independentemente se isto for machucar alguém.

Sendo assim, se você notar que aquela crítica é verdadeira e vem buscando métodos para melhorar sua atitude em relação a ela, não tem nada melhor do que contar com o feedback da pessoa que o criticou anteriormente.


7. Escute as críticas objetivamente...
Sem atribuir sentimentos a elas. Às vezes, a sua amiga diz que a sua combinação de roupa não tem nada a ver – e não, ela não quer te ofender, mas apenas, dizer exatamente o que ela disse.

Muitas pessoas são diretas, secas e objetivas na hora de expressarem a sua opinião. Porém, é preciso levar em consideração que esta talvez seja a única forma encontrada por elas para se comunicar com eficácia. E pensar muito sobre como as coisas lhe foram ditas ao invés de se focar apenas em O QUE foi dito só pode atingir a uma pessoa: você mesmo.


8. Pergunte o que pode ser feito para melhorar
Muitos dirão que a pintura da Mona Lisa não está assim tão boa. Porém, essas mesmas pessoas dificilmente apontam o que poderia ter sido feito diferente para que a obra estivesse melhor.

Se você concorda com a crítica que foi direcionada a você, ótimo. Pergunte ao indivíduo que a fez o que ele recomenda que você faça para melhorar. “Porque você acha? Melhor em que sentido? Por quem? Quando?”. Não faça essas perguntas a si mesmo, mas sim, a quem lhe criticou.


9. E para críticas que façam sentido, mude!
Mas não mude por todas. De acordo com psicólogos, a cada 100 críticas, mais da metade não farão algum sentido. Porém, você saberá reconhecer as críticas que fazem sentido, e que por isso, merecem sua atenção. As críticas sinceras são aquelas que seguem não só com a crítica, mas também, com as soluções – ou seja, boas ideias que poderão lhe auxiliar a ser melhor.

Aceitar críticas construtivas – e principalmente as suas soluções – é uma das melhores maneiras de evoluir o seu espírito e suas atitudes.


10. Não pague críticas essencialmente maldosas e negativas na mesma moeda
Mas pelo contrário. As pessoas que fazem esse tipo de crítica a troco de nada simplesmente querem te prejudicar. Além disso, são pessoas problemáticas e que não aceitam um diálogo, a troca de ideias ou os seus argumentos como justificativa. A melhor forma de respondê-las então qual é? Por meio do silêncio.


Por fim, outra dica que temos é a seguinte: descubra qual é a razão para se sentir abalado com determinados comentários. Se alguém critica o seu corpo ou a sua aparência, você só vai se permitir abalar caso não esteja satisfeito com esse aspecto (seja este um processo consciente ou não).


Sendo assim, aposte na descoberta de seus pontos fracos e na posterior recuperação da autoestima e imagem em relação aos mesmos. Isso evitará que você se sinta atingido por críticas ou comentários maldosos.