Ele quer terminar tudo, mas eu quero que ele fique

Ele quer terminar tudo o que construímos. Tudo aquilo que criamos juntos. Apagar todas as trilhas da caminhada. Separar as mãos, deixar tudo para o vento. O amor parece ter acabado para ele. Estou entristecida, abatida e clamando para que seu abraço volte a ser o mesmo do dia do primeiro “eu te amo”.

Parece inevitável uma mudança de opinião, uma reviravolta e um retorno ao “felizes para sempre”. O amor parece ter acabado para ele. Como encerrar um relacionamento quando se ainda é apaixonado pela pessoa? Ele quer terminar tudo, mas eu quero que ele fique.

Essa deve ser uma situação complicada na vida de uma mulher. A paixão deseja partir. Por diversos motivos que sejam, ele apenas quis, decidiu e sacramentou. O ponto final, para ele, chegou. Entretanto, ela deseja (e clama) ainda pelas reticências. O que fazer nesta situação que pode abalar uma vida.


O que se deve fazer neste momento, afinal?
Aceitar o fim ou lutar para reconquistar o amor da pessoa amada? Ambas as escolhas são possíveis. Basta saber em que ponto da relação se está. Não adianta tentar resgatar um amor que permanece envolto de brigas, discussões ou desentendimentos. Agora, caso a notícia tenha caído como um balde d’água fria, é possível, sim, tentar reconquistar o coração que já te pertenceu.

Por isso, decidimos separar o artigo para ajudar em ambos os casos. Para aquelas que desejam o regresso do amor, e para aquelas que precisam desapegar de vez. Afinal, como ressaltado, ambas as escolhas são sábias, basta saber o momento em que o relacionamento se encontra.

Ele quer terminar tudo de repente: o que fazer?

Se ele quer terminar tudo de repente, mas você ainda quer manter o relacionamento, há algumas coisas possíveis de se fazer. Saiba que nada está perdido, e tudo pode ser consertado e melhorado.
Leia também:
·       Será melhor separar?


1. Conversar para tentar resolver o problema
A primeira etapa confere em conversar com o parceiro. Entender e compreender o que ele quer dizer e seus motivos. Expor tudo o que é necessário expor. Ter uma conversa franca e direta.

Após ele se abrir, diga com sinceridade tudo o que foi abstraído da conversa. Através do diálogo, importantes decisões são tomadas. Comece por ele.


2. O que ele está precisando?
É sempre importante fixar nesta pergunta. Afinal, o que ele está pensando? Isso porque tudo está indo bem, por que haveria um motivo para terminar? Peça que ele se abra sobre tudo, mesmo que a verdade seja dolorosa.

Nestas conversas, é sempre fundamental estar preparada para ouvir a pior das situações. Portanto seja firme, direta e compreensiva. Sempre.


3. Comunicação colaborativa
Não há ganhar ou perder. Relacionamento não é competição. Duas pessoas que são suficientemente maduras para namorar, também são suficientemente maduras para colaborar com uma comunicação de respeito e em busca da resolução.

Portanto é preciso conversar, dialogar e debater. Nunca discutir ou brigar. É preciso que cada palavra acrescente, e não seja um soco oral.


4. Evite ser manipuladora, grude ou ciumenta
Com o passar do relacionamento, ambos acabam ficando acomodados e se tornando um pouco manipuladores, possessivos e/ou grudentos. É normal, mas é preciso atenção para que isso não se transforme em uma grande rotina.

Faça sua parte e chute isso para longe. Afinal, você deseja reconquistar seu amor, não é mesmo?


5. Seja paciente para resolver os problemas
É preciso que a paciência dite o ritmo do relacionamento a partir do momento de “reconciliação”. O tempo vai ser o melhor amigo do casal.

Apenas através desta paciência com o relógio, que as coisas passarão a tomar o rumo certo novamente. Por meio das mudanças, que novas trilhas serão tomadas na nova caminhada de passadas curtas. Juntos, novamente.


Ele quer terminar tudo e o relacionamento está indo de mal a pior

Desta vez não há jeito para reconquista. Se o relacionamento está ruim, não vale a pena perder tempo. Pegue as coisas e siga a estrada da sua biografia. Afinal, o coração dita o ritmo da vida, e essa vida quer ser vivida.


1. Reconheça os sentimentos de tristeza
É preciso reconhecer o momento difícil. Quanto mais cedo eles forem expostos, mais rápidos serão superados. Ser sincero consigo mesma, neste momento, é a melhor dica.

Afinal, por mais que seja triste, é preferível sofrer tudo de uma só vez. Até porque o amor acabou. A realidade é dura, mas acabou.


2. Entenda que haverá momentos difíceis

E saiba enfrentar estes momentos. Seja com passatempos, recreações, atividades ou uma nova aventura pelo trabalho. Tire o tempo dos momentos difíceis para tudo aquilo que seja apaixonante fazer.

Através dessa pequena “solidão”, o esquecimento será uma porta fácil a se adentrar. As atividades ajudarão a se conectar com o próprio interior e propiciarão o autoconhecimento.


3. Esteja ao lado das amigas e dos amigos
Puxe-os para perto. É preciso animação, sair e se divertir. Não deixe que um término de relacionamento destrua sua vida social.

Amigos estarão lá para isso. Estarão lá para ser o abraço que você tanto precisa e os companheiros do banco de bar tão necessários.


4. Faça uma grande mudança no visual
É uma excelente dica: a mudança no visual. Faça algo que destaque essa nova fase da vida. Seja um piercing, uma tatuagem, novas roupas ou um cabelo diferente. O que interessa é colocar essa grande mudança como o marco de uma nova vida. Uma vida em que a paz reina com seu interior.


5. Conheça outras pessoas
Não tema por conhecer novas pessoas. Saia, divirta-se, faça novos amigos e tenha encontros. Conhecer novas pessoas possibilita conhecer a vida. Não se isole socialmente. Invista na sua vida social. Uma vida social relaxada, tranquila e de proximidade com novas pessoas.

Ele quer terminar tudo. Terminou, e agora?

Agora é preciso avaliar, como dito no início do texto. Sempre busque se conhecer. Se não teve final feliz, saiba que o tempo passado juntos foi excelente para ambos. Foi possível crescimento, paixão e amor. E disso só se tiram coisas boas.

Não se esqueça do que já foi passado junto. Mas lembre-se de deixar no passado. Agora, se a saudade é dolorosa e o término for repentino, trate de correr atrás daquilo que você ama. Desistir não é uma opção, seja do amor ou da vida consigo mesma. Busque algo melhor. 

Postar um comentário

Blogger

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.