Ads (728x90)

.

Mude Seus Hábitos

Assim como diversas outras palavras, hábito é um termo que nunca esteve tão na moda. Quem nunca ouviu frases do tipo "Fumar é hábito", "Hábitos de pessoas de sucesso", "É a força do hábito"?

Checar o celular assim que acorda, beber café pela manhã, colocar o cinto de segurança ao entrar no carro, comer a salada antes do prato principal, todos são exemplos de hábitos. Alguns hábitos são extremamente saudáveis, como lavar a mão após ir ao banheiro. Outros apresentam algum risco, como falar ao celular enquanto dirige. Já alguns são extremamente nocivos, como fumar (se é que fumar realmente é um hábito).
Leia também:


O fato é que todos nós possuímos hábitos, sejam eles bons ou ruins. Mas você sabe o que são verdadeiramente os hábitos e como estes hábitos podem impactar positiva ou negativamente nossa vida? E sobre abandonar hábitos ruins e criar novos hábitos, sabe como isso deve ser feito? Na sequência, serão apresentadas algumas reflexões com o objetivo de responder a estas e outras perguntas.

O que São Hábitos?

Quando analisados a etimologia da palavra hábito, isto é, seu surgimento e significado, descobrimos que ela significa "possuir" e "ter". Dessa maneira, e de acordo com a filosofia, podemos conceituar o hábito como a "capacidade de preservar as modificações recebidas". Mas será que o hábito responde somente esta capacidade?

Se aceitarmos a definição de hábito exposta acima, estamos aceitando por tabela que o hábito não é algo que a pessoa é capaz de criar, já que ela o recebe pronto e só o conserva, e isso não é verdade. Todos nós sabemos, mesmo que de maneira inconsciente, que o hábito é algo que nos dá facilidade em agir. Por exemplo, ao entrar no carro você não fica pensando no porquê de colocar o cinto de segurança, você simplesmente o coloca, e isto é um hábito. Dessa forma, podemos elaborar uma segunda definição para hábito: uma competência adquirida que nos permite facilidade na execução de determinadas tarefas.

Portanto, e levando esta definição de hábito ao extremo, de acordo com a filosofia o hábito pode ser divido em três grandes grupos: os hábitos intelectuais, ligados diretamente ao conhecimento; os hábitos motores, ou seja, a execução de tarefas como andar de bicicleta, escrever e dirigir de forma automática; e os hábitos morais, que dizem respeito aos vícios e virtudes do indivíduo.

Leia também:
·       Como Vencer a Depressão
·       MelhoreSua Autoestima

melhorando alimentação


O papel do hábito em nossas vidas

Pode-se dizer que o hábito tem três grandes finalidades. São elas o:

Desenvolvimento
É através do hábito que nos desenvolvemos. Pense, por exemplo, em uma criança que está sendo alfabetizada. Ela certamente tentará ler tudo o que está à sua volta, como outdoors, placas, linhas de ônibus, escritos em roupas, etc., pois é somente através da leitura que a criança aprenderá a ler e a escrever, o que indica que esta curiosidade pela leitura é um hábito;

Diminuição da consciência
Vamos usar aqui um dos exemplos já dados, o do cinto de segurança. Ao entrar no carro, não fazemos reflexão sobre o porquê do uso do cinto de segurança, nós apenas o colocamos. É neste sentido que se pode falar em diminuição da consciência, que até certo ponto é boa. Imagine escolher entre colocar ou não cinto de segurança baseado na probabilidade de um acidente ocorrer. Essa consciência excessiva pode acabar sendo perigosa;

Reforço de necessidades
 É da natureza dos hábitos reforçar as necessidades ligadas a ela. Por exemplo, se uma pessoa tem o hábito de ler, a demanda por materiais de leituras novos como artigos de internet, livros, revistas e jornais será uma constante. Se uma pessoa é fumante, sua necessidade por ter o cigarro sempre junto a ela e fumar periodicamente também é uma constante. Por isso podemos dizer que o hábito reforça as necessidades.

Dessa maneira, os hábitos são fundamentais em nossa vida, e este é um dos motivos de ser tão difícil abandonar maus hábitos e adotar bons, como ficará mais claro na sequência.

Adoção e abandono de hábitos
A criação de hábitos depende de três grandes condições. A primeira dessas condições é as biológicas. O hábito é, em si, um meio de enganar nossas próprias limitações. Por exemplo, a capacidade de domínio de línguas e aquisição de linguagem não é uma determinação biológica - se uma criança for criada em um ambiente que não há uso da linguagem, ela não adquirirá a linguagem, pois ela é uma construção do homem, e não da natureza.

A segunda condição é fisiológica. Por exemplo, estabelecer horários para as refeições é um hábito determinado fisiologicamente, pois conseguimos controlar nossa fome até os horários estabelecidos. A terceira e última condição é a psicológica, cujo maior exemplo é sem dúvida os hábitos relacionados à aprendizagem.

O abandono de hábitos também obedece a condições. A primeira é a abstenção, ou seja, o não cumprimento de hábitos como os de um fumante tentando parar que se abstém de carregar cigarros e isqueiro consegue. A segunda é a substituição, que se baseia na troca de um hábito por outro, como ao invés de se jogar no sofá ao chegar do trabalho colocar a guia no cachorro e sair para um passeio.

Tudo o que foi dito até agora foi para dar consciência do esquema de funcionamento dos hábitos, o que com certeza torna mais fácil o abandono de hábitos prejudiciais e adoção de hábitos saudáveis.

Em termo de adoção de hábitos, motivação e repetição são essenciais. Uma boa dica é criar um plano de ação, anotando o hábito que se quer adotar, os benefícios do mesmo e obstáculos em sua adoção. Por fim, faça um plano de quê e como você deverá fazer para alcançá-lo.

O abandono de hábitos é mais difícil, pois além de todo o condicionamento exposto mais acima, a vontade consciente de mudar é mais fraca quando comparada ao inconsciente da repetição automática. Por isso, a substituição é mais interessante. Por exemplo, ao invés de abster do hábito de fumar, troque-o por outro mais saudável, como praticar uma técnica de respiração ou conversar com alguém sempre que sentir a necessidade de fumar. 

Postar um comentário

Blogger