Ads (728x90)

.

Meus relacionamentos não dão certo!

Dificuldade em encontrar alguém que realmente valha a pena amar é a queixa de muitas mulheres e talvez também seja a sua. Reclamar por só se envolver com canalhas ou dizer que os homens bons nunca estão disponíveis é algo muito comum entre as solteiras, contudo, talvez os seus problemas amorosos não sejam causados pelo acaso ou pelas circunstâncias e sim por suas atitudes. Não quero colocar nenhuma culpa sobre você e sim te ajudar a ter mais controle sobre a sua vida, por isso, espero que continue lendo...

7 razões para os relacionamentos estarem fracassando!

1.  Você se relaciona com o mesmo tipo de pessoa

Cada indivíduo tem as suas preferências, e quando falamos de parceiros amorosos a coisa não é diferente, há quem goste de magrinhos, outras dos sarados outras ainda dos gordinhos.  As pessoas também podem se sentirem atraídas por determinados traços de personalidade, por exemplo, homens decididos, engraçados ou com "pegada".
        O que você não percebe é que algumas características atraentes podem carregar consigo uma face negativa, para dar exemplos:
O bem-sucedido financeiramente: é o sonho de muitas mulheres (e não há nada de errado nisso), no entanto, não é incomum que alguém assim valorizar demais a vida profissional e deixar sua companheira em segundo plano.
O cara com pegada: Um homem que demonstra um desejo ardente e está disposto apossuir a amada sempre que possível desperta fascínio sobre as mulheres, entretanto essa “ferocidade” pode ser a marca de um sujeito egoísta que está se preocupando apenas em satisfazer a si próprio.
Esses são apenas dois exemplos (caricatos), o importante é que você pare e pense nos seus últimos pares, será que eles não possuem características em comum que lhe atraíram? O quanto eles eram parecidos?


2.  Você conhece seus namorados nos locais que não condizem com que deseja

O local onde conheceu os seus parceiros também podem dizer muito sobre os problemas do seu relacionamento:
Conheço em baladas: Não reclame se ele quiser continuar curtindo a noite e não for chegado em programas de casal tipo cinema ou ficar “juntinhos” em casa.
Em instituições religiosas: ele certinho demais? Não gosta de frequentar locais “pecaminosos”?  O que esperava?
Em bares: ele tem problemas com a bebida? E você ficou surpresa com isso?
        Sim, eu estou exagerando, nem todo mundo que frequenta esses locais são assim. Faço isso para que perceba com clareza o que tem feito de maneira inconsciente.
Conheça o livro Guia do método do respeito nele você vai conhecer segredos que deixarão os homens nas suas mãos! Pare de sofrer por falta de amor!

3.  Você sufoca os seus namorados

        Todo ser humano quer se sentir livre, seja homem ou mulher, a sensação de estar preso ou de não poder fazer o que se deseja é extremamente aversiva. Por essa razão é que ninguém quer uma(o) namorada(o) possessiva(o).  A questão é que raramente quem é ciumento se se identifica como tal. Para saber se você é apenas cuidadosa ou se é possessiva reflita se faz as seguintes coisas:
·       Se incomodar e “causar” se ele decidir visitar a família ao invés de ficar com você.
·       Achar que ele não deve mais encontrar os amigos agora que está com namorando.
·       Desencorajar o crescimento profissional dele pois pensa que voltar a estudar ou ganhar mais fará com que ele conheça outras mulheres e/ou que perderá o interesse por você.
Ninguém consegue viver dessa maneira por muito tempo, sim é possível que ele troque tudo pelo conforto dos seus braços, porém apenas por pouco tempo, depois disso é mais provável que ele prefira lhe deixar e voltar a ser livre no mundo.  

4.  Deixa de ser você para agradá-lo

Já fez coisas que odiou apenas para agradar um homem? Vejo mulheres trocarem de religião, deixarem de ir aos locais de que gostam, pararem de ouvir o seu estilo preferido de música e até mesmo mudar toda a sua forma de se vestir somente para fazer a vontade de um namorado.
        Há ainda aquelas que abandonam os próprios interesses e aspirações para se dedicar ao sonho dos seus pares.
        Essas atitudes não farão com que vocês se tornem mais próximos ou que ele passe a te valorizar, na verdade pode acontecer justamente o contrário. É possível que com essa atitude você deixe de ter as características que o atraíram, fazendo com que ele perca o interesse e acabe se afastando.
        Então seja você mesma e não abandone seus projetos e sonhos por nada, isso vai manter a alegria em seu coração e como você sabe não há nada mais atraente do que uma pessoa feliz.

       
5.  Você não se dedica o suficiente

        Uma vida sentimental bem afortunada não ocorre por acaso ou por sorte, ela é o fruto do esforço de ambas as partes. Infelizmente o mundo exige que você também se preocupe com emprego, estudos, família, carreira, etc... Sim essa é a benção e a maldição da mulher moderna.
        Para ser realmente bem-sucedida você não pode negligenciar nenhum desses aspectos, afinal uma planta que não é regada acaba por morrer.  Se você tem deixado seus namorados em segundo plano é natural que desistam de você e procurem alguém que os valorize mais.

6.  Deixa a sua felicidade na mão dele

        O amor é algo essencial para a vida, porém não espere que aquele a quem você ama a faça feliz, seja seu cônjuge, filhos ou pais. Apenas você é responsável pela sua felicidade e esperar que outrem a faça feliz é uma receita certa para o sofrimento.
        Quando responsabiliza outra pessoa por sua felicidade, assim que perceba que ela não capaz de fazer isso (e ninguém nunca será) você se decepciona e acredita que ele não é quem você esperava e passa a sabotar o seu relacionamento.

7.  É influenciada pela relação dos seus pais

        As experiências que tivemos durante a nossa infância orientam toda a compreensão que possuímos sobre o mundo, especialmente aquelas que ocorreram com as pessoas que nos educaram (pais, avós, professores, etc.). Desse modo a relação entre seus pais norteia sua percepção de como é a vida a dois.
        Crianças cujos pais brigavam o tempo todo tendem a reproduzir esse comportamento nos seus relacionamentos em sua vida adulta.
        Também é possível que você esteja agindo de maneira reativa para evitar um problema que viu na relação dos seus pais, por exemplo:
·       Uma mulher cuja mãe era submissa ao marido e seus desmandes, pode, querendo evitar que o mesmo destino lhe aconteça, se tornar briguenta ou mandona. 
·                      Quem teve um pai sabidamente infiel a mãe pode acabar por ser desconfiada e ciumenta por acreditar que todos os homens são como o seu genitor. 

Como mudar essa situação?


Saia do automático
Passe a refletir sobre as suas ações e suas escolhas, tente entender quais os motivos que te levam a fazer o que faz e se isso vale a pena.
 Comesse a agir de uma forma diferente do modo que tem feito até hoje, afinal isso não está dando muito certo, caso contrário não estaria lendo este artigo.

Não maquie a realidade
A maioria das mulheres percebe logo de cara que seus príncipes são na verdade sapos, no entanto, por alguma razão pessoal elas fingem não ver os defeitos deles. Muitas acreditam que serão capazes de mudar o jeito dos seus parceiros serem, a verdade é que as pessoas modificam se for isso que desejarem. Gastar o seu esforço em quem não quer mudar só te trará sofrimento.

Trabalhe sua autoestima
        Quando você começar a amar-se e valorizar-se de verdade passará a perceber que você merece ter o que vida tem de melhor e que é capaz de conseguir isso.

Procure a ajuda de um(a) psicólogo(a)


        Existe a possibilidade de que que conflitos internos e/ou traumas do passado estarem influenciando os seus comportamentos e fazendo com que você sabote a sua vida emocional. Para modificar essa programação negativa em geral é necessária a ajuda de um profissional. Isso não significa que você está louca ou coisa do tipo, apenas que precisa de apoio para parar de sofrer...

Postar um comentário

Blogger