Ads (728x90)

.

Será que eu ainda amo o meu ex?
O término de um relacionamento é algo difícil para a maioria das pessoas que se empenharam em ter uma boa relação, em serem fiéis e em fazerem de tudo para que desse certo, entre outras coisas. Portanto, se você acha que ainda gosta do seu/sua ex-parceiro(a) e está sofrendo por isso, é essencial ter em mente que é normal e que acontece com todo mundo que já amou um dia e viu esse relacionamento acabar.
Nesse artigo gostaria de te ajudar a compreender se você ainda realmente ama seu/sua ex ou se está apenas sustentando uma fantasia.

Sinais de que ainda seu/sua ex

Se você está em dúvida se gosta do seu ex ou não, existem alguns sinais que podem esclarecer isso. Entre eles, estão:

- Perder horas do seu dia vigiando a rede social do ex;
- Sofrer ao ver que ele está sendo feliz sem você;
- Desânimo para sair e conhecer novos lugares;
- Beber, fumar ou comer em excesso (compulsividade);
- Descontar a sua frustração em terceiros;
- Ligar para o ex de forma compulsiva;
- Ficar vasculhando informações sobre a vida privada do ex;
- Sentir-se magoada em pensar no ex tendo um relacionamento com outra pessoa;
- Fazer planos com o ex;
- Querer se aproximar dos amigos do ex;
- Ir aos locais onde você sabe que ele vai estar;
- Não aceitar novos relacionamentos ou as "investidas" de outras pessoas.

É claro que existem muitos outros sinais de que você ainda pode gostar do seu ex-parceiro(a). Esses são apenas alguns dos comportamentos característicos que sinalizam com muita intensidade que a sua paixão ainda não acabou.


Será que é amor mesmo?

Se o seu relacionamento não deu certo com o parceiro, tenha a certeza de que isso aconteceu por algum motivo, ou por alguns motivos. Nenhuma relação termina de uma hora para a outra e, na maioria das vezes, o término ocorre devido à incapacidade de conciliar as opiniões e desejos do casal, ou porque o amor simplesmente acabou.
Além disso, existem muitas pessoas que pensam em voltar com o ex não porque realmente o ama, mas devido às imposições sociais como a vontade de agradar a família ou o medo de ficar só.

Você fica pensando que poderia ter feito melhor na relação? Que poderia ter feito tudo diferente? Então tenha em mente que isso pode estar acontecendo não porque você ama o seu ex, mas porque você pode estar se cobrando e assumindo a culpa por não ter dado certo. O seu medo, na verdade, é o de ter falhado na relação, de ser "o errado da história".

Você se sente perdido? Já não tem mais amigos, não sabe mais das festas e está triste com isso? Então pode ser que você não sinta falta do seu ex, mas esteja se sentindo muito só depois de um longo tempo em um relacionamento, o que é absolutamente normal.

Você tem medo de perder tudo o que construíram juntos, como um apartamento ou aquele cachorro que vocês cuidavam? Isso pode não ser amor, mas um apego em relação à vida que vocês tinham e às coisas que cultivavam juntos.

Por fim, você quer voltar com o seu/sua ex porque você o ama ou por que quer agradar às pessoas da sua família? Isso também é algo que pode acontecer, já que muitas pessoas se sentem pressionadas com o término de relacionamento. Mas, antes de fazer qualquer coisa ou ter alguma atitude, pense se é a você que você quer agradar ou aos outros. Se a resposta for a segunda opção, saiba que você está fazendo a coisa do jeito errado.

Amor não tem nada a ver com imposições sociais. Você só deve tentar uma reconciliação se for pelo que você sente e não pelo que os outros pensam. Muitas pessoas acabam se equivocando ao voltar com o/a ex só porque se sentem sozinhas demais. Normalmente, o que acontece é que o relacionamento acaba novamente, provocando muito mais tristeza, rancor e solidão. Acima de tudo, pense se vale a pena.

Quando vale a pena voltar com o ex?

Embora os relacionamentos não terminem por mero acaso, existem, sim, situações em que o casal consegue a reconciliação e voltam a viver bem, muitas vezes melhor do que a forma como era antes. Ou seja, se você acha que ainda gosta do seu ex e acha que vale a pena se empenhar para reconquistá-lo, por que não fazer isso?

Porém, antes de sair por aí fazendo qualquer coisa para ter a pessoa de volta, veja se há chances reais de isso acontecer. Em primeiro lugar, analise se o seu ou sua ex tem uma mínima vontade de voltar com você. Mas, como perceber isso? É simples. Se o seu ex ainda gosta de você também, provavelmente ele ainda te procura, se preocupa com a sua vida e com as coisas que você faz.

Uma boa conversa, às vezes, é algo que pode esclarecer tudo. Vocês já conversaram após o término da relação? Essa é uma boa forma de saber o que o outro pensa e analisar se realmente vale a pena voltar. Quando o outro quer a relação da mesma forma que você, ele se mostra aberto a escutar o que você tem a dizer e até mesmo se torna disposto a mudar para que dessa vez seja diferente.

Ou seja, vale a pena voltar quando há vontade de ambas as partes em ter o relacionamento de volta, quando há amor ou, no mínimo, paixão. Veja se o seu ex tem feito alguma coisa por vocês dois, se tem se mostrado aberto para ter, novamente, um relacionamento. Por sua vez, deixe de lado e siga em frente quando notar que o ex está vivendo melhor sem você ou quando ele já está acompanhado de outra pessoa. Não vale a pena brigar por alguém que não quer mais você.

Postar um comentário

Blogger