Ads (728x90)

.

Como esquecer alguém que se ama?

Quem de nós nunca teve um amor mal resolvido? Todo mundo já passou, pelo menos uma vez na vida, pela famosa dor de cotovelo. A pessoa que você ama te deu um “pé na bunda” ou te encheu de motivos para dispensá-la e, por mais que a decisão do término tenha partido de você e que tenha sido “melhor assim”, sentimos informar: vai doer. E agora vai uma notícia não muito boa: não existe prazo de validade para essa dor. Cada pessoa tem um tempo para se recuperar e é impossível informar exatamente por quanto tempo você ainda se sentirá assim. Embora não exista um remédio ou um botão que você possa simplesmente clicar para que esse sentimento desapareça, a boa notícia é que recuperar-se do fim de um relacionamento (ou de um amor não correspondido) depende muito também da sua atitude diante de tal fato. Aqui vão 7 dicas para que esse processo seja rico em aprendizado e amadurecimento:


7 dicas para esquecer uma pessoa que ainda amamos



1. Pare de se culpar ou de ter pena de si mesmo(a)
A culpa do término (ou do fato da pessoa não te amar) não é só sua e nem só dele(a). A palavra-chave é EQUILÍBRIO! Você não é 100% responsável pela relação não ter dado certo, o problema não está só em você. Pare de se martirizar, pois isso não te levará a lugar nenhum. E também nada de se fazer de vítima, de se achar digno(a) de pena porque foi “enganado(a), enrolado(a) e rejeitado(a)”. Aliás, não há nada pior do que as pessoas sentirem pena de você. E talvez nenhum dos dois tenha realmente problemas com relacionamentos, o que não deu certo foi a combinação entre ambos. Tanto você quanto ele(a) têm todas as chances de ser feliz com outras pessoas.




2. Não alimente hábitos que o(a) impeçam de esquecê-lo(a)
Nada de “stalkear” o perfil dele(a) na internet, ficar buscando informações através de amigos em comum ou desviar o seu caminho para passar na rua da casa dele(a) e ver se o(a) encontra “por acaso”. Também não force a amizade. O relacionamento acabou e você precisa terminá-lo também dentro de você. Enquanto você fica ansioso(a) por saber de cada passo do(a) seu(a) ex, está perdendo o tempo de viver sua vida, então ESQUECER tudo o que está ligado a ele(a) e a esse relacionamento que acabou é o melhor a fazer.


3. Não se desespere para encontrar outro amor
Aquela velha história de que a dor de um amor se cura com outro nem sempre funciona. Quando entramos em um relacionamento, o ideal é nos darmos por INTEIRO para a outra pessoa. E como você conseguirá se entregar por inteiro se ainda estiver cheio de traumas e mágoas da relação anterior? O ideal é que você passe um tempo solteiro(a) até se refazer para poder viver plenamente uma nova relação, mas isso não significa que você deve estar fechado(a) a novas possibilidades: mantenha seu radar sempre ligado, e se no meio do caminho aparecer alguém com quem valha a pena tentar, por que não? Só não saia desesperado(a) querendo a qualquer custo engatar um novo romance.


4. Divirta-se
Os amigos podem ajudar muito. Grande parte das pessoas, quando entra em um relacionamento, distancia-se da turma de amigos. Isso é um erro, pois enturmar o seu par com seus amigos e incluí-lo em programas com eles é saudável para a relação. Mas se você nunca mais saiu com a turma desde que começou a namorar e agora que o namoro acabou, sente-se só e perdido (a), não entre em pânico. Tente retomar o contato com essas pessoas e nada de ficar em casa, trancado(a) no quarto, curtindo sua dor. Saia com seus amigos para conversar, dançar, beber, conhecer gente nova, praticar esportes ou qualquer outra atividade que lhe seja prazerosa. Isso vai ajudá-lo(a) a sentir-se melhor. Muita gente termina um relacionamento e contraditoriamente vai buscar apoio justamente no(a) ex. Não caia nessa cilada e apoie-se em pessoas que realmente se importam com você: família e amigo.


5. Ocupe-se
Você já ouviu dizer que “mente vazia é oficina do diabo”? Pois bem, quanto mais tempo ocioso você tiver, mais ficará buscando lembranças e fatos que te farão sentir como se o(a) ex ainda estivesse em sua vida. Portanto, nada de ficar parado. O término de um relacionamento representa uma fase de mudanças e que tal aproveitar essa vibe para matricular-se em uma academia ou matricular-se naquele curso que você gostaria de fazer, mas adiou até agora? Que tal engajar-se em algum trabalho voluntário? Você superará mais rápido se mantiver sua mente sempre ocupada com atividades de seu interesse, isso sem contar o crescimento pessoal e profissional que vem com o aprendizado de coisas novas e a convivência com pessoas que têm uma realidade e cultura diferentes da sua.


6. Mudanças à vista
Além de novas atividades, que tal aproveitar a ocasião para fazer aquele corte de cabelo que você sempre quis e seu ex torcia o nariz a cada vez que você falava? Ou tirar a barba que sua ex insistia que te deixava mais sexy? Mude de visual, renove seu guarda-roupa, faça uma limpeza na casa e jogue fora (ou doe) coisas que não usa mais. Além de sentir-se mais belo(a), você abrirá espaço para que novas energias fluam em sua vida e tragam ventos melhores.
Aumente a sua autoestima


7. Cuide do seu lado psicológico e espiritual
Qualquer que seja a sua fé, exercitá-la poderá ajudá-lo(a) a entender que na vida tudo tem um propósito. Se for o caso, faça terapia. Ao contrário do que muita gente pensa, não é “coisa de louco”, é uma experiência muito rica que o(a) fará conhecer melhor a si mesmo e encontrar dentro de você as respostas para muitos questionamentos. Experimente.

É importante ressaltar que a dor da perda não desaparecerá de uma hora para outra, é um processo gradativo que precisa ser vivido em cada uma de suas fases. Não tenha pressa, deixe que as coisas fluam naturalmente e aprenda a AMAR a si mesmo primeiro, para depois amar outra pessoa.

Postar um comentário

Blogger
  1. Amei as suas instruções. ..eu sou uma pessoa q tem um genio dificil e quero mudar isso..como fazer?

    ResponderExcluir