Como vencer o medo da rejeição?

Medo de fora um fora, medo de que as pessoas não gostem de você, acreditar que os outros vão rir de você ou te humilhar. Tudo isso é medo da rejeição. O medo de ser rejeitado é um dos principais motivos para a timidez e a dificuldade de se fazer amigos. Neste artigo gostaria de fazê-lo entender que não há razões para esse temor.

Não leve as coisas para o extremo
       
        Pessoas com fortes sentimentos de rejeição costumam a perceber o mundo de uma forma polarizada. Eles acreditam que se não receberem atenção imediata e incondicional de alguém é por que esse alguém não gosta deles.
        Entenda que nem sempre os outros estarão disponíveis para você. Isso é natural, mesmo seu melhor amigo ou namorado (a) tem outras obrigações e necessidades. Isso não quer dizer que ele (a) não esteja interessado ou já não goste de você.
Daqui para frente quando se sentir rejeitado (a) pare e reflita se você não está exagerando.

Veja também:

Discordar não é rejeitar
        As pessoas podem não gostar de certos comportamentos ou características que você possua e ainda assim gostarem de você.

Entenda o outro
Nossa mente por vezes projeta os nossos sentimentos e emoções nos outras pessoas. Por exemplo, alguns indivíduos acreditam que o fato deles estarem sentindo ciúme é indicador de que seu cônjuge está sendo infiel. Isso parecer absurdo, mas você pode estar fazendo a mesma coisa. Não é por que você está se sentindo rejeitada (o) que a outra pessoa está te rejeitando.

Descubra o seu valor
        Só você sabe quem você é e do que é capaz. Por esse motivo somente você pode determinar o seu valor. Não espere que as outras pessoas lhe mostrem o quanto você é importante, eles não tem competência para isso.
        Isso não quer dizer que você não possua defeitos ou que não tenha que melhorar em algum aspecto. Quando se muda algo indesejado em si mesmo passa-se a se amar um pouco mais, então vale a pena tentar.

Resolva esse problema de vez
        Provavelmente o esse medo e preocupação com a rejeição está relacionado a alguma trauma do passado, crenças psicológicas ou algo do tipo.  É nessa hora que você deve avaliar a possibilidade de procurar um psicólogo ou dar início a uma análise.

Não leve para o lado pessoal
        Algumas vezes somos realmente rejeitados, isso acontece com todo mundo, alias você mesmo já rejeitou outras pessoas. Na verdade toda a vez que fazemos uma escolha, nós optamos por uma coisa e deixamos a outra. Infelizmente o mudo é assim, não podemos ficar com tudo. O que você não deve fazer é levar isso para o lado pessoal, e nem ficar culpando alguma característica sua pelo ocorrido:
“Ele não quis ficar comigo por que sou gordinha”
“Fui demitido por que sou baixinho”
Pensar coisas assim não vai solucionar o problema e ainda irão aumentar os seus sentimentos de inferioridade.

    Tire a rejeição do foco da sua mente
Já ouviu falar em atenção seletiva? Funciona assim: o cérebro mantém a atenção naquilo que você diz para ele que é importante e ignora as demais informações. Se você foca os seus pensamentos em “rejeição”, sua mente vai ficar alerta ao menor sinal de rejeição, é por isso que você acredita que está sempre sendo rejeitado (a).