Ads (728x90)

.

Ter dificuldade em conversar, não saber como puxar uma conversa ou ainda ficar calado durante um diálogo por não ter ideia do que dizer a outra pessoa não são problemas exclusivamente seus. A boa notícia que eu venho lhe trazer é que possível solucionar esse problema, desde que você aprenda algumas regras simples e passe a usá-las. Então, está disposto a tentar? Vamos lá...

 Primeira parte: Como iniciar uma conversa?

Sabe aquele ditado: “A primeira impressão é a que fica”?  Ele pode estar certo! Especialistas estimam que cerca de 90% da opinião temos sobre uma pessoa, foi formada nos primeiros quatro minutos de conversa que tivemos com ela. Por esse motivo vamos falar um pouco mais sobre como começar um diálogo.

Por onde começar?
Aparentemente existem inúmeras formas de dar início a uma conversa, entretanto, todas elas são variação de três temas básicos:
1. Você
2. A outra pessoa
3. Uma situação 
Parece pouco, não é? É por isso que é importante ser observador e criativo. Sem essas duas qualidades corre-se o risco de ser repetitivo e enfadonho, então preste atenção...

Sendo observador. Analise a pessoa com a qual está tentando puxar conversa: suas roupas, o que carrega nas mãos, cabelos, bijuterias, qualquer coisa que possa dizer algo a respeito dela. Observe detalhadamente o local onde estão, note os transeuntes, objetos etc. A intenção é encontrar algo em comum entre vocês dois.

Sendo criativo. A criatividade é uma mescla de imaginação e experiência de vida. Por isso não fique podando os seus pensamentos e suas ideias, eles pertencem a sua imaginação, caso contrário, quando precisar dela não vai ter a quem recorrer. Para ter mais experiência de vida é importante estar aberto a novas situações, viver isolado no seu casulo fazendo apenas o que te parece seguro e confortável não ajuda muito nesse processo.

Como começar?
Do mesmo modo que existem apenas três temas básicos para se iniciar a uma conversa, há somente três formas de começá-las:   
1. Fazendo uma pergunta
2. Constatando um fato
3. Emitindo a sua opinião

Grupo de executivos fechando um negócio

Como dar início a uma conversa na prática:

Imagino que você já compreendeu que o segredo de iniciar uma conversa com qualquer pessoa (mesmo desconhecidos) está em combinar os temas e formas de começas diálogos. Agora veja como fica isso na prática.

Tema 1  Falando sobre você mesmo
Falar sobre si mesmo é o pior tema possível. Ainda assim (se não tiver outro jeito) você pode tirar algum resultado dessa opção.

Pergunta:  “Oi! Posso te fazer uma pergunta? Meu cabelo tá legal? É que saí de casa sem me olhar no espelho e agora vendo no vidro dos carros eu tô parecendo a Marge Simpson. O objetivo aqui é fazer a pessoa dar uma risadinha o que faz te parecer mais simpático.

Emitindo sua opinião: “Pelo jeito a dança não vai com a minha cara. Toda vez que eu tento dançar parece que estou tendo um ataque”.

Constatando um fato: “Acho que eu não conheço ninguém aqui nesta festa além do dono, devo estar parecendo um penetra”.

Com esses exemplos é possível notar que não é nada fácil puxar papo falando sobre si mesmo, também é muito mais complicado manter esse dialogo sem se tornar um chato. Por esses motivos só fale sobre si mesmo quando lhe perguntarem. Pode-se falar de situações que ocorreram com você, desde que elas se encaixem bem na conversa.

Tema 2: falando sobre a situação em que se encontram
Esse é o tema mais simples e mais usado para se puxar conversa. Isso por que é menos invasivo e dá margens para que o outro possa expressar sua opinião.

Pergunta: “É impressão minha ou ninguém entende o que essa professora está falando?”.

Emitindo sua opinião: “Acho que é mais fácil passar o Titanic neste ponto do que o meu ônibus”.

Constatando um fato: “Será que ninguém avisou aquele cara que a festa não era a fantasia? De onde será que ele tirou essa roupa?”.


Tema 3:  falando sobre a outra pessoa
Essa é a mais complicada, pois você pode ser considerado invasivo ou pretensioso. Porém ela é a que sempre surte melhor resultado. Para que ela dê certo você precisa ser observador, pois existe a necessidade de achar algo revelador da pessoa somente olhando para ela.

Pergunta: “Vai ir no próximo show do Iron no Brasil?” (falado para uma pessoa vestida com uma camiseta do Iron Maiden).

Emitindo sua opinião: Uau, Stephen King! Quem lê esse cara só pode ter bom gosto...” (Dito a alguém carregando um livro de Stephen King).

Constatando um fato: “Pelo o tanto de livros que tem nas mãos você realmente gosta desse autor, hein?”.

8 dicas para conseguir conversar com qualquer pessoa

Nessa parte vamos dar algumas dicas e orientações para se manter um bom diálogo com outra pessoa independentemente de quem ela seja.

    1.  Seja sempre educado
Essa é uma regra básica que é muitas vezes ignorada. Deve-se tratar o outro, seja ele o seu patrão ou um morador de rua, com respeito e educação. Evite ao máximo menosprezar a pessoa com quem você conversa (e seus feitos) ou ainda se vangloriar em cima dela.


    2.  Tenha bom humor
Outra coisa fundamental, para que uma conversa seja agradável ela precisa ter uma dose de humor, é claro que isso não é tudo, caso contrário eu poderia parar por aqui. Porém essa é uma parte importante nessa arte.

Como ser engraçado ou divertido? Isso não é uma coisa fácil, basta olhar o tanto de comediantes sem graça que existem no mundo. O ideal é que você fale sobre aquilo que lhe pareça engraçado, porém o seu público é que o termômetro real. Se falar algo e perceber que ninguém rir (ou der apenas um sorriso amarelo) é melhor mudar de técnica.

Com o tempo você percebe o que faz os outros rirem. O importante é que sua “graça” seja pertinente ao assunto que se está falando. Caso você pare um diálogo no meio, para falar algo fora do contexto, ainda que riam, vai parecer meio bobo

Uma tática que dá certo é falar de coisas engraçadas que aconteceram com você. Mais uma vez, evite fazer troça ou rir das outras pessoas, pois, fazer isso te faz parecer um otário.

    3.  Não dá para fazer graça o tempo todo!
Algumas vezes o assunto é sério e não cabe contar piadas ou fazer gracinhas. Então o humor deve ser deixado de lado? Não! Ter bom humor não significa ser engraçado todo o tempo, mas ter uma visão positiva da vida.

Caso alguém estiver lhe falando de algo triste ou muito sério, passe para ela uma visão mais otimista (não irreal) da situação. Isso faz de você alguém agradável e com quem vale à pena conversar. Aprenda a ser mais otimista e vai ser sempre uma pessoa mais interessante.

    4.  Se adapte ao vocabulário do outro
Não se pode conversar com uma criança do mesmo jeito que se fala com um adulto, em outras palavras, você deve adaptar seu jeito de falar e o assunto à pessoa com quem está conversando.

Se o seu interlocutor fala de um modo formal, usando palavras difíceis, vai se identificar mais com você, se estiver falando do mesmo jeito. Faça o mesmo se a pessoa usar gírias e um vocabulário informal. Porém não force a barra, use apenas palavras que você tem certeza do significado.

    5.  Faça o outro falar sobre ele (a)
Sabe qual o assunto sobre o qual as pessoas mais gostam de falar? Elas mesmas! Sim! As pessoas adoram falar sobre a sua própria vida, feitos, conquistas e opiniões. Por isso não existe necessidade de ficar tentando impressionar o outro com a sua “inteligência elevada” e “sacadas geniais”. Ao invés disso incentive seu interlocutor a falar mais sobre ele mesmo.

Como eu faço isso? Use perguntas abertas e frases que demonstre interesse:
·       E então?
·       Como assim?
·       E o que você fez?
·       Nossa!


As palavras precisam seguir sua expressão corporal. Haja como se estivesse assistindo a um capítulo da sua novela ou série favorita. Não vai adiantar falar: “Que interessante!” se você estiver com cara de sono...

Repetir a última coisa que a pessoa disse em tom de pergunta. Isso dá certo?  Essa técnica virou piada em alguns filmes, entretanto ela funciona sim! Desde que seja usada com moderação:

    Patrícia – Não gosto muito desse lugar. A Disco é muito melhor!
    Jéferson – Lá é melhor?
    Patrícia – Claro! A decoração é linda...

Grupo de jovens reunidos observando o que está centrado no centro

    6.  Ouça o que o outro tem a dizer
É importante que você realmente ouça o que outro está falando, e não simplesmente fingir que está ouvindo. O primeiro motivo para fazer isso é que o outro vai perceber que não está sendo ouvido, e consequentemente se afastará.
 
O segundo motivo é que quando se ouve verdadeiramente uma pessoa, passa-se a conhecê-la mais profundamente. Você aprende o que ela deseja, do que não gosta, o que precisa. Assim é possível saber exatamente o que oferecer e como agir com esse sujeito.
Ouvir é diferente de escutar, ouvir é buscar entender o que outro está dizendo, é desenvolver a empatia, compreender os sentimentos dele (a).

    7.  Fale coisas interessantes
É muito importante que você se mantenha informado sobre o que está acontecendo a sua volta para ter sobre o que falar. Por isso torne-se mais perceptivo, não se feche apenas em seu mundinho e nos seus interesses.

Leia livros, revistas, sites de atualidades, assista a programas de TV, aprenda piadas e histórias engraçadas para contar. Resumindo organize um arsenal de assuntos interessantes.

Atenção! Já disse anteriormente, mais vou repetir: o assunto que mais cativa alguém é ela mesma. Assim ter um bom conteúdo cultural serve para que você seja capaz de conversar com diferentes tipos de pessoas, porém tenha o bom senso de falar sobre o que outro se interessa. Como você sabe sobre o que seu interlocutor gosta de falar? Resposta: ouvindo o que ele está falando!

    8.  Coisas que você deve evitar (para não ser um chato)
·       Falar muito sobre si mesmo
·       Não dar espaço para seu interlocutor falar
·       Ser preconceituoso ou criticar um determinado grupo
·       Ficar se vangloriando ou menosprezando outras pessoas
·       Falar mal de alguém (a não ser que o outro comece)
·       Não ouvir o que o outro está falando

5.  Dicas para conseguir conversar com uma mulher

Conversar com uma mulher é diferente de falar com um homem, isso é algo fácil de notar. Porém a diferença não se resume aos assuntos que cada gênero prefere e sim a toda uma forma de pensar, o que envolve grande sutileza. Entenda um pouco na forma como um homem deve se dirigir a alguém do sexo feminino de maneira que ela o entenda e possa concordar com que ele está dizendo.   

    1.  Use suas expressões faciais
As emoções são partes importantes da comunicação entre os seres humanos, entretanto na nossa cultura o homem foi proibido de expressar praticamente todos os seus sentimentos.

Felizmente o mesmo não aconteceu com as mulheres, para elas as emoções despertadas durante uma conversa são tão importantes quanto à informação contida nas palavras. Desse modo um olhar ou uma expressão no rosto consegue dizer muito mais para uma mulher do que todo um discurso ensaiado.

Como fazer isso? A técnica que se recomenda é imitar as expressões faciais da garota com a qual se está falando. Pessoalmente acho isso uma bobagem, pois é provável que ela perceba e te ache meio estranho. 

Quando alguém lhe diz alguma coisa, certa emoção se desperta em você. De modo geral os homens tendem a reprimir isso, porém a partir de agora quando estiver conversando com uma mulher, tente deixar transparecer o que está sentindo no rosto.

Se uma mulher está te contando uma história que te deixa comovido, mostre essa comoção. É claro que deve evitar passar sentimentos negativos, tais como a raiva ou a reprovação. Lembre-se de evitar exageros!

    2.  Fale de você e de suas emoções    
Os homens gostam de falar sobre temas que apesar de influenciarem suas vidas, estão distantes do seu universo imediato (futebol, política, filmes, etc.). As Mulheres preferem falar sobre assuntos que fazem parte do seu universo real e cotidiano (trabalho, casa, família, etc.).

Mesmo quando falam sobre filmes ou livros, as mulheres o fazem por se sentirem parte da história, como se conhecessem os personagens intimamente. Por esse motivo se quiser ser ouvido por uma mulher fale sobre coisas pessoais, sua família, seu trabalho e mencione como se sente em relação a essas coisas.

Estou falando de modo geral! Sim, existem muitas mulheres que preferem falar sobre assuntos gerais e impessoais tais como economia, política e até futebol, do mesmo modo, existem homens que não dão a mínima para esses temas e preferem falar sobre assuntos pessoais.

Ainda que os dados apresentados aqui estejam embasados em pesquisas sérias, só possível conhecer uma pessoa ouvindo que ela tem a dizer, não se limite a preconceitos.

    3.  Não fique apenas ouvindo
Quando se fica muito tempo sem falar nada em uma conversa, o interlocutor entende (mulheres principalmente) que você não está gostando do papo ou que ele é chato, por esse motivo fale também.

Em alguns casos a interlocutora não dá espaço para que você fale, mas ainda assim é importante falar alguma coisa mesmo acreditando não ser ouvido. Parece incrível, mas as mulheres são capazes de falar e ouvir ao mesmo tempo.


    4.  Seja gentil
Confesso que demorei a entender a forma certa de propor uma solução para as coisas que a minha esposa me trazia (já a conhecia muito antes de me tornar psicólogo).

Ainda que ela concordasse comigo, a maneira como eu falava fazia com que ela saísse ofendida, isso se devia ao fato de que homens costumam falar e pensar sem muito rodeio, já as mulheres falam e pensam de forma indireta misturando seus sentimentos com os fatos.

Ao falar de forma muito direta, a mulher tem a impressão que você está ignorando os sentimentos dela e que quer simplesmente acabar logo com a conversa. A solução para isso é exemplificar mais, falar de pessoas com problemas parecidos, dar exemplos pessoais, usar doçura na fala e empatia.

  5.Temas para conversar com uma mulher
Noto que essa é uma dúvida muito grande entre os homens. O problema é que ela não tem uma solução simples. Por quê? Assim como os homens o que interessa as mulheres muda com a idade, época do ano e temas do momento. Para saber sobre o que conversar com uma pessoa é necessário ouvi-la.

Como foi dito anteriormente, mulheres gostam de falar sobre sua vida particular, e gostam mais ainda de serem ouvidas (como todo mundo). Por isso o melhor assunto para se tratar com uma garota é a vida e pensamentos dela.

 6 dicas para conversar com um homem e ser compreendida

De modo geral para as mulheres não é difícil conversar com alguém, mesmo com um homem. O problema surge quando se quer passar uma ideia ou solicitar algo para esse homem, ou até mesmo paquera-lo sem parecer desesperada.

A mulher pode acreditar que foi bastante clara, porém o sujeito age como se não tivesse entendido. Pode ser que ele não tenha entendido mesmo, isso acontece por que homens e mulheres se expressam e entendem o mundo de forma diferente.

    1.  Fale uma coisa por vez
A maioria das mulheres consegue realizar diferentes tarefas ao mesmo tempo, já os homens têm dificuldade em fazer o mesmo. Isso por que a mente masculina funciona como se fosse dividida em pequenos setores, cada um responsável por uma única coisa. Desse modo ao tentar falar sobre diversos assuntos de uma única vez o máximo que vai conseguir fazer é deixar seu interlocutor confuso.

Como agir?  Separe o que vai expor em tópicos ou temas (mais menos como fiz nesse artigo), e só comece outro quando tiver terminado completamente que quer falar sobre o primeiro.

    2.  Use lógica ao invés das emoções 
Para as mulheres os sentimentos sobre coisas ou situações são o suficiente para embasar uma decisão. Com os homens isso é diferente, eles se interessam mais pela correlação entre os fatos.

Dizer que não se sente bem com relação a algo ou que não gostou de alguma coisa geralmente não é o suficiente para que um homem mude de opinião ou concorde com você.

Como agir? Ao invés de usar alegações emocionais, junte argumentos que provem que você está certa. Dê exemplos, forneça fatos, fale sobre a experiência de outras pessoas. Já assistiu a filmes sobre julgamentos? Mais ou menos desse jeito.

    3.  Maneire nas emoções
Não é que as emoções e sentimentos não sejam importantes para os homens, porém durante uma conversa elas podem parecer apelativas ou uma fuga da lógica.

No geral os homens entendem e até esperam que uma mulher seja mais emotiva e guiada pelos sentimentos, entretanto isso tem um limite, se você ultrapassa esse limite o interlocutor pode acreditar que você é imatura ou está tentando manipulá-lo.

Como agir? Evite fazer muitas expressões faciais que denotem sentimentos e emoções. Mantenha um semblante sério e não use interjeições emotivas como: “Ai que dó!” ou “Que ódio”, prefira “Entendo...” “Certo” quando muito “nossa!”.

     4.  Fale de forma direta
    Homens costumam falar o que pensam sem muito rodeio, usando poucas palavras, porem muita informação. As falas masculinas são recheadas de dados, fatos e soluções, porém elas são diretas (quem tem idade para lembrar: são como os telegramas).
  
Como agir?  Fale somente o necessário, e evite dar muitas voltas até chegar ao assunto desejado. Não fuja do tema e nem entre em assuntos paralelos durante a conversa. Só faça isso quando tiver terminado o que quer falar.

    5.  Deixe-o falar
    Mulheres conseguem falar todas ao mesmo tempo e ainda sim se entendem, os homens, entretanto, precisam de um tempo para falar e outro para ouvir. Deixe que ele conclua suas ideias sem interrompê-lo, caso o contrário ele vai se frustrar com a conversa e parar de te ouvir.

    6.  Sobre o que falar com um homem?
Muitas mulheres acreditam que os homens falam apenas de futebol e sexo. A verdade é que os homens falam pouco sobre sexualidade e muitos sequer gostam de futebol.

Então sobre o que eles gostam de falar? Isso varia com a idade, classe social e época do ano. Para se ter certeza sobre o que alguém gosta de discorrer faz-se necessário saber ouvir.

    Homens não gostam muito de falar sobre assuntos da vida particular, na verdade eles são ensinados a não fazer isso, pois isso soa como um sinal de fraqueza. Desse modo prefira falar sobre temas mais gerais como filmes, séries de TV, notícias etc.


Mais uma vez quero deixar claro que os dados dispostos aqui são generalizações baseada em pesquisas, entretanto nem todo mundo se enquadra nesse perfil. Como já disse antes só é possível conhecer uma pessoa escutando o que ela tem a dizer.

Postar um comentário

Blogger
  1. Muito bom ! A maioria das pessoas ignoram essas regras básicas de comunicação e ás vezes são pessoas legais e não sabem como mostrar para os outros suas qualidades sem parecer arrogante.

    ResponderExcluir
  2. rFalar é facíl a ação é dificil,gostei do comentário vou por em pratica.

    ResponderExcluir
  3. Silva

    Muito legal, vou seguir, estou precisando.

    ResponderExcluir
  4. um ótimo tema para projeto de pesquisa

    ResponderExcluir
  5. Muito bom, agimos muitas vezes por impulso, e as dicas são fundamentais para sabermos agir certo.

    ResponderExcluir
  6. o tema que necessitava para conseguir socializar! vamos ver como me saio! não imaginava o quão é difícil ao fim destes tempo conseguir comunicação com ambos os sexos! nossa! isto as vezes torna-se frustrante!!

    ResponderExcluir
  7. oi meu nome e renilson tenho 15 anos isso vai servi muito para eu me dialogar com as pessoas
    muito obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim com certeza renilson... voce quer conversar?

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. muito legal mesmo adorei, queria aprende mais ,queria me relaçiona com as pessoas de forma que elas gostem de mim,passa uma boa inpressao conversa com todod tipo de pessoa sem parece ser bobo. .

      Excluir
  8. Acho q só de procurar por uma matéria como essa significa q está disposto a ser agradável ou mais agradável sei lá.. É realmente um exercício se dar bem com pessoas, pois muitas vezes elas ditam quem vc deve ser ou como deve agir.
    Penso q deve ser vc mesmo e colocar em prática pelo menos algumas dessas dicas ;)

    ResponderExcluir
  9. isso é muito difícil, tem um modo fácil?

    ResponderExcluir
  10. Meio(pra não dizer muito) difícil pra eu aprender essas coisas, simplesmente não entendo nada de como se ddeve comportar na sociedade.

    ResponderExcluir
  11. sou uma pessoa tímida porem não tenho medo de falar coisas para muita gente o meu problema é que não consigo fazer amizade e mante-la firme, já li vários e vários blogs que falam sobre como perder a timidez mas só dizem "na hora você vai saber o que fazer" mas e que o problema dos tímidos e que simplesmente nós não sabemos o que falar ou fazer e aqui você da exemplos de como iniciar uma conversa e que nos da uma base de o que fazer obg, e espero que que eu possa perder a essa timidez...

    ResponderExcluir
  12. no meu caso acontece ao contrario, muitos gostam de falar, acabo conhecendo um pouco de todos mas ninguem gosta de de me ouvir, é raro

    ResponderExcluir
  13. obrigado vou por em prática <3 mim ajudo muito

    ResponderExcluir