Ads (728x90)

.

Como sair da depressão

        É natural sentir tristeza em alguns momentos da vida, ainda que não saibamos exatamente por que estamos tristes. Em geral essa melancolia é passageira, o problema é quando ela se torna permanente e começa a nos roubar a alegria de viver. A tristeza nos leva a sentir coisas como:

·       Vontade de chorar
·       Dificuldades de dormir
·       Falta de energia
·       Falta de vontade de fazer as coisas que gosta
·       Dificuldade de se concentrar
·       Vontade de sair menos e ficar mais tempo sozinho
·       Comer para se consolar ou perder o apetite

Esses são indícios de que você está deprimido, isso não quer dizer necessariamente que está em depressão, se quiser saber mais sobre a diferença entre a depressão e a tristeza leia O que é Depressão. 


Por onde começar?
Como já disse a tristeza tira a sua energia e motivação e por mais que você perceba que precisa mudar isso e deseja dar um basta nesse estado emocional, fica difícil dar o primeiro passo para superar a depressão.

Por isso, antes de tudo, é necessário que você compreenda que não é refém dos teus sentimentos e emoções. Sim! Você é um agente ativo na sua vida e existem coisas que você pode fazer para mudar seu estado emocional.

Claro que é possível que você não tenha força para fazer isso sozinho, por isso torna-se importante pedir a ajuda de outras pessoas (amigos, familiares e se necessário, profissionais).

Descubra de onde vem a sua tristeza

        Isso não é um segredo, porém as pessoas quase sempre se esquecem de que aquilo que você pensa influencia na forma como você se sente. Por isso os psicólogos costumam pedir aos seus pacientes que anotem o que eles estavam pensando e fazendo quando foram acometidos por uma forte emoção (por exemplo, a tristeza). De modo geral pedimos para que o paciente preencha uma tabela como essa:



No exemplo acima a paciente (vamos chamá-la de J) percebeu que ficava mais triste nos momentos em que estava sozinha em casa quando os filhos iam para a escola e o marido estava trabalhando.
Com a ajuda do psicólogo ela compreendeu que a sua tristeza estava no fato de ver seus filhos crescendo e ela não ter outro projeto de vida além de ser mãe e esposa.
     
Lidando com pensamentos automáticos
O que você precisa entender é que quanto mais escuta esse tipo de pensamento (chamado automático), mais você acredita neles, menos você faz para mudar isso e pior você se sente. Por isso é necessário se livrar deles.

     Uma vez que esses pensamentos foram encontrados, eles precisam ser confrontados para saber se são realistas ou não, e o que é possível fazer para se livrar deles.
Já falei detalhadamente sobre esse processo em:

Busque a sua felicidade
Uma coisa que noto que existe em comum entre tantas pessoas que sofrem de depressão é a dificuldade em sonhar e buscar a própria felicidade e coisas que melhoram o seu humor.

Sim a depressão retira da pessoa a alegria de viver, porém se você não der o primeiro passo em direção ao que te faz feliz irá permanecer no círculo vicioso da tristeza. 

     Para finalizar, J sempre teve o sonho de ser professora (o pesadelo de uns pode ser a realização de outros), por isso ela resolveu voltar a estudar e fazer Pedagogia. Depois disso J passou ter mais objetivos, mais razões para viver e motivos para lutar e assim ela superou a depressão.


Vença a depressão de forma natural
       A psiquiatria considera que a depressão é causada por um desequilíbrio neuroquímico relacionado principalmente com os neurotransmissores serotonina, noradrenalina e GABA.

O médico tenta reequilibrar a quantidade e produção desses hormônios no seu cérebro através das medicações, mas será possível conseguir esse equilíbrio de forma natural? Em alguns casos sim...

Alimentação Equilibrada e a Depressão

Para que o seu corpo sintetize os neurotransmissores acima mencionados é imprescindível que ele disponha das substâncias necessárias para construí-los. O corpo tem acesso a elas através da alimentação, desse modo uma dieta equilibrada e rica em determinados alimentos vai te auxiliar a sair de vez da depressão:

Castanha-do-Pará: Rica em selênio substância que auxilia no trabalho do sistema nervoso. Dá um impulso na atividade cerebral que na depressão costuma se encontrar lentificada.

Salmão, sardinha e atum: O ômega 3 e as vitaminas do complexo B são abundante em peixes de águas frias como é o caso dos mencionados. Essas substâncias atuam como antidepressivos naturais.
O ômega 3 também compõe a estrutura dos neurônios por isso ele é muito importante para a manutenção da saúde cerebral. O ômega 3 também é encontrado em nozes, amêndoas, castanhas e no azeite

Carnes: Possuem altos níveis de triptofano, esse aminoácido é utilizado para produzir neurotransmissores, entre eles a serotonina.
O Triptofano também está presente em: Ovos, peixes, banana e feijão.

Chocolate: Contêm Flavonoides, uma forma de antioxidante que ajuda na liberação da serotonina, esse neurotransmissor estimula os sentidos de alerta o que ajuda nos dias em se está mais desanimado.

Atenção! Não exagere! A ideia de “quanto mais, melhor” não vale nesse caso, o consumo exagerado de chocolates e outros doces provocam o excesso de açúcar no cérebro e sangue, provocam uma oferta alta de serotonina seguida de uma queda rápida dessa substância. Esse fato aumenta a ansiedade e faz com que o sujeito deseje consumir mais açúcar, formando um ciclo sem fim.

Abóbora: Contém vitamina B6 e ferro, esses elementos são muito importantes para converter o açúcar presente no sangue em glucose que é o combustível do cérebro.

Espinafre e couve: Verduras verde-escuras contêm ácido fólico, essa é uma vitamina que ajuda a combater a depressão por atuar na produção da serotonina. Essas verduras também contêm vitamina C que promove o bom funcionamento do sistema nervoso e aumenta a sensação de bem-estar.

Para sintetizar algumas substancias o organismo precisa de outras, por isso não basta apenas ingerir grandes quantidades dos alimentos acima mencionados, é importante manter uma dieta equilibrada, para tanto consulte um (a) nutricionista clínico (a).

Faça exercícios físicos
        Exercícios ajudam o corpo a liberar endorfina e serotonina, esses dois neurotransmissores aumentam a sensação de prazer, melhoram a disposição física e mental e amenizam as sensações de tristeza e do desânimo. Eles também fazem o corpo liberar adrenalina, a ausência desses (bem como de outros) hormônio está ligada à presença da depressão.

14 dicas para superar a depressão

1. Seja mais otimista
        Conhecendo pessoas deprimidas é fácil notar que elas possuem a características de ser pessimistas e derrotistas. É claro que isso é sintoma da doença, mas esses pensamentos contribuem para a continuidade da melancolia.

Principalmente por que o pessimista tende a encarar os problemas como se eles fossem muito maiores do eles realmente são. Se você tem dificuldades em ver o lado positivo da vida leia Aprenda a ser otimista 

2. Melhore sua autoestima
Mostre-me um depressivo e eu te mostro alguém com baixa autoestima. Estar insatisfeito com si próprio, ou ser dominado por sentimentos de inadequação estão entre as principais causas de da depressão.

Não que a autoestima seja o remédio definitivo para esse problema, porém quem gosta e confia em si mesmo tem mais facilidade para enfrentar os desafios da vida.


3. Afaste a solidão
Pessoas solitárias estão entre as mais depressivas, por isso passe mais tempo com os amigos e com a família. Fique perto de pessoas que sejam de bem com a vida. Ficar sozinho e se isolar só fazem aumentar a tristeza e o sentimento de vazio. Se você é o tipo de pessoa que tem dificuldades em fazer amigos leia:
 Como fazer amigos e ser sociável 

4. Controle a ansiedade
       Pesquisas recentes realizadas, por médicos e psicólogos, comprovaram que a depressão e ansiedade estão diretamente relacionadas.  Explicando melhor, depois de um período de ansiedade o humor psicológico deprime. Por é interessante que você 

5. Mude de fora para dentro
A displicência com a aparência e o descuido com a casa são indicadores de que as coisas não estão bem. Quando você começa a arrumar a sua bagunça ocorre uma coisa intrigante, é como se você conseguisse organizar (simbolicamente) seus conflitos e confusões interiores, como costumam dizer “é uma terapia”.

Os cuidados com a própria aparência também melhoram a motivação pessoal e tiram os problemas do foco da atenção. Além disso, permanecer em um ambiente desorganizado e sujo aumenta os sentimentos de tristeza e desânimo.


6. Aprenda a solucionar os seus problemas
Por vezes a sua depressão está vindo de um problema real do qual você não encontra solução. Pessoas deprimidas tendem a acreditar que são incapazes de resolver seus conflitos ou que seus problemas não têm resolução.

7. Tome banhos de sol
A exposição à luz solar é necessária para que o corpo a libere algumas vitaminas que ajudam a diminuir a tristeza e o desanimo. A luminosidade também interrompe a produção de melatonina, hormônio ligado à sensação de sonolência e cansaço.
       
8. Tenha um animal de estimação
Os bichinhos ajudam a mudar o estado de humor e fazem os donos rirem mais. Além de servirem de companhia, os pets obrigam os seus proprietários a serem mais ativos (pelo menos para arrumarem a bagunça que eles fazem).

 Cachorros, por exemplo, forçam os donos a os levarem para passear, desse modo os criadores têm que sair de casa, ao fazerem isso se pode ter contato com outras pessoas, fazer um pouco de atividade física e tomar um sol.

Os animais ajudam tanto na melhora da depressão e outros transtornos que passaram a ser usados em processos terapêuticos como, por exemplo, na equoterapia.

9. Ajude outras pessoas
Em uma pesquisa da Universidade de Michigam foi constatado que o trabalho voluntário estimula a produção de hormônios que combatem o estresse e a depressão. Isso não é exatamente uma novidade, pois já é sabido que se sentir útil e funcional afasta as sensações de tristeza e vazio.

10. Entenda o seu problema
Quanto mais informações você tiver a cerca da Depressão e das suas causas, mais ferramentas você vai ter para combater esse mal. Por isso sempre que puder leia um artigo ou assista a um vídeo que fale sobre ela. 

11. Evite bebidas alcóolicas
Está inserido na nossa cultura, que quando se está triste o álcool é o melhor remédio. No caso do deprimido este conceito pode levar ao alcoolismo.

O mais absurdo é que o álcool é neurodepressor, ou seja, ele intensifica os sintomas da depressão, ao invés de ajudar, na verdade ele só te joga mais na fossa.

12. Durma bem
        O sono repõe as energias, ajuda a tirar os problemas do foco da nossa atenção, ele ainda contribui com a produção de neurotransmissores, a falta de sono aumenta o stress o mau humor e o cansaço.

Um grande problema é que a depressão por vezes causa insônia, em todo caso, no Dicas para dormir bem, você encontra algumas sugestões para voltar a ter boas noites de sono.

13. liberte-se o passado
        Assim como com a ansiedade está relacionada à preocupação com o que o futuro nos reserva, a depressão quase sempre se relaciona ao sofrimento de algo que já perdemos ou a uma dor pela qual já passamos. Em suma a depressão é o excesso de passado em sua mente, libertando-se do passado você pode se curar da depressão.

14. Imponha-se
      Aguentar desaforos o tempo todo pode deprimir qualquer pessoa, do mesmo modo que sentir que estão abusando da sua boa vontade pode te jogar para baixo. Não que você deva armar barracos o tempo todo, mas também não dá para ser o capacho do mundo.  Nesse sentindo seria interessante que você lesse os artigos: 

Postar um comentário

Blogger
  1. Muito obrigada pelos excelentes artigos, e parabéns pelo blog! isso demonstra a sua ética e a praticidade de que o conhecimento só é válido quando compartilhado. A maioria de nós, vivemos em um mundo de ilusões e comodismo, por isso o auto conhecimento é imprescindível para nossa evolução. Sorte e sucesso em seus projetos!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada me sinto melhor mais animada ao ler seus artigos. Tenho certeza que será um psicólogo muito famoso através desse blog. Ele lhe abrirá muitas portas abraços

    ResponderExcluir
  3. Estou entrando num processo de depressão e não sabia. Hoje fui ao médico e ele sugeriu que poderia ser depressão devido aos sintomas que apresento.
    Seu blog é muito bom, espero que seguindo suas dicas eu saia deste buraco infinita tristeza e insônia em que estou entrando.
    Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O blog tem função psicoeducativo e espero que te ajude sim, porém lembre-se de seguir o tratamento que o seu médico popôs. Lembre-se Depressão tem tratamento, não precisa ficar sofrendo com isso. Desejo uma melhora rápida para você!

      Excluir
  4. Sr. Cesar, estou passando por uma separação... estou lendo seus artigos e estão me auxiliando muito! Quero deixar registrado minha gratidão ao senhor e lhe desejar tudo de bom!

    ResponderExcluir
  5. Quero cumprimentá-lo pelo bom trabalho. Acho que você precisa saber que está ajudando muitas e muitas pessoas, como eu.
    Busquei ajuda de psicólogos e até auxílio médico de um psiquiatra. Tomei remédios controlados e fiz terapia, mas o que mais me tem ajudado (percebo) é o trabalho de pessoas como você e muita autoanálise, reflexões e novas perspctivas.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz em estar te ajudando, o cuno desse blog é ser psicoeducativo, entretanto ele não substitui o tratamento convencional...

      Excluir
    2. A depressão é uma doença que infelizmente está atingindo muitas pessoas em todo o mundo, a triste realidade sobre isso é que as pessoas que estão próximas acabam não acreditando muito e acham que é pura frescura, quando na verdade é um grande problema de fato, eu tenho um blog onde ajudo as pessoas a como sair da depressão: http://dicasparasaudeebemestar.com.br/como-sair-da-depressao/
      nele relato as melhores dicas para quem se encontra nesta situação, utilizando metódos naturais e não a utilização de remédios, a matéria ficou excelente.

      Excluir
  6. César parabéns ... estou com depressão e tenho dificuldades E ficar perto do meu marido é horrível sinto que ele é o causador do q estou vivendo sogro um pouco com ele no namoro e hj ele melhorou muito , sinto dúvidas do meu sentimento referente a ele ... será q pode ser da depressão pq ele é legal comigo ... obrigada Anne

    ResponderExcluir
  7. Obrigado por existir Deus o abençoe

    ResponderExcluir
  8. Olá, fiz um vídeo de como sair da depressão espere que ajude alguém https://www.youtube.com/watch?v=kmPJ0-IdYJk

    ResponderExcluir
  9. Boa tarde. Estou passando por um periodo de picos. De depressao, gostei do blog

    ResponderExcluir
  10. Tenho todos os sintomas de depressão e de forma aguda, no geral me sinto incompetente e esquisito, n sou sociável e nem nunca consegui ser, as vezes me desespero mas sempre procuro por uma esperança para viver, por menor que ela seja.

    ResponderExcluir