Ads (728x90)

.

Quando a mentira vira doença

     Por que o meu filho mente tanto e sem necessidade? Essa é uma das perguntas que eu mais ouço no meu trabalho. E a resposta nunca é a mesma, isso por que existem diferentes motivos para as mentiras surgirem. Existem casos em que o individuo é incapaz de dizer a verdade, ou tem a compulsão por mentir, são chamados mentirosos compulsivos ou mitômano:

Por que as pessoas mentem?
     Talvez os mais moralistas vão dizer que: “sempre devemos dizer a verdade”, é fato que todos nós mentimos muitas vezes ao longo da nossa vida. Mentimos por que a verdade nos é inconveniente, para não magoar as pessoas, para evitar conflitos entre terceiros, ou por tantos outros motivos que possam existir. O certo é que se todos falassem apenas a verdade à vida em sociedade seria muito mais difícil, talvez até impensável. O medo da punição é provavelmente a causa mais comum para as mentiras. Após fazer algo que um indivíduo acredita ser reprovável ou passível de castigo a mentira surge como uma forma de evitar a penalidade.


    Quando mentir vira doença: não é necessário ser especialista para perceber quando o ato de mentir deixa de ser normal e passar a ser patológico. Mentir sai do âmbito da normalidade, quando deixa de ser algo esporádico e começa a ser frequente. Mentir passa a ser doentio quando não apenas um, mas todas as esferas da vida de uma pessoa (trabalho, família, amigos, etc.) são permeadas pelas mentiras.
     Existem pessoas que criam mentiras que tem a intenção deliberada de enganar outras pessoas, a fim de obter vantagens sejam elas quais forem. O mais provável é que essas pessoas tenham algum de desvio de caráter, porém ainda existe a possibilidade de que elas também sofram de algum tipo de doença.

A doença que faz mentir
     Mitomania ou pseudolalia é o nome dado à condição psiquiátrica ou desequilibro psicológico, em que o individuo possui o comportamento compulsivo de mentir. Como compulsão, entendemos o impulso irresistível de realizar determinado ato, sendo que a força de vontade do sujeito é insuficiente par impedi-lo de cometer tal ação, da mesma forma que acontece com viciados ou adictos em álcool ou drogas. Para entender melhor leia:

     Para o mentiroso comum a mentira é uma ferramenta para se chegar a um objetivo, já para mitômano ela é uma espécie de consolo contra uma realidade negativa ou hostil. Diferentemente do fraudador, o mitômano acredita nas próprias mentiras, claro que no fundo o mitômano sabe que o que ele está falando é inverdade, porém este embuste é necessário para que ele mantenha a sua organização interna, traduzindo: a mentira o ajuda a não enlouquecer. O mentiroso compulsivo comumente também desenvolve outras compulsões, comida, sexo, álcool, drogas etc. ele se utiliza desses mecanismos também com a finalidade de fugir da realidade.  

Quais são as causas da mitomania ou pseudolalia?
     Ao pesquisar a literatura da Psicologia e Psiquiatria, nos deparamos com várias hipóteses de causas para esse transtorno. Mas estudando melhor alguns casos de mitomania percebemos que ela se assemelha muito mais a um sintoma a um adoecimento propriamente dito. De modo geral ela aparece associada a diversos fatores psicossociais e relacionada a transtornos psiquiátricos como depressão, TOC, esquizofrenia entre outros.
Um histórico de conflitos familiares é recorrente nos prontuários de pacientes mitômanos, em alguns casos as mentiras inventadas estão relacionadas a uma família idealizada, como o caso de uma menina cujo pai era violento era retratado como carinhoso e que lhe enchia de presentes caros, quando na verdade sua família era muito pobre e estava impossibilitada de dar tais presentes.
Baixa autoestima é outro ponto em comum em mitômanos, nesses casos os embustes estão relacionados a ideias de grandeza, ostentação e proezas incríveis que o mentiroso diz a respeito de si mesmo. Essas mentiras têm como objetivo fazer com que o sujeito se senta melhor com si mesmo.
Necessidade de aceitação também aprece em mentirosos compulsivos. Há casos em que o mitômano acredita que ninguém irá gostar dele como ele realmente é por isso ele cria uma autoimagem fantasiosa.
Maquiar uma realidade difícil inaceitável, como eu mencionei anteriormente, a mentira pode servir como uma forma de consolo, ou melhor, uma fuga da realidade para quem tem pseudolalia.

Consequência desse problema
     A mentira tende a ser algo muito mais nocivo para o mitômano do que para sua “vitimas” um dos motivos é que as pessoas costumam se afastar do mentiroso, tornando-o um solitário (coisa que ele mais odeia). Outra questão é que o mitômano por vezes é obrigado a encarar a realidade da qual ele quer fugir, e por não estar acostumado a enxergar o mundo real, este lhe parece muito mais hostil e desamparador. Nesses momentos surge a depressão e a ideação suicida.
     Por mais realística que uma mentira possa parecer ela sempre deixa falhas ou brechas, e por isso o por isso o mentirosos precisa criar nova inverdades para encobrir suas contradições tornando esse problema um circulo vicioso difícil de ser quebrado. 

Qual tratamento para a mitomania ou pseudolalia?
     O mentiroso compulsivo necessita de acompanhamento psiquiátrico para tratar principalmente A depressão e a ansiedade. A psicoterapia vai entrar para trabalhar as causas do problema, a auto aceitação, o fortalecimento do self e a autoestima.

Postar um comentário

Blogger
  1. Duro é quando as mentiras prejudicam os outros com boatos maldosos, e a pressoa não admite que tem um problema que é ela que precisa se tratar.

    ResponderExcluir
  2. É terrivel conviver com quem mente compulsivamente...

    ResponderExcluir
  3. Por mais que seja diagnosticada como doença, a mentira será sempre vista como algo ruim. Pode ser um desvio de caráter tb.Eu sei dizer que até que se prove o contrário,há leões por conta desse comportamento mesquinho. Seja doença ou não,as pessoas se perdem umas das outras pelo ato de mentir. Isso é muito triste...

    ResponderExcluir
  4. A pessoa que sofre desta patologia não admite que mente,não procura ajuda pois vive num mundo de fantasia prejudicando todos ao seu redor,as definições das causas são perfeitas,e juntamente com esta "doença" está o desvio de caráter que leva apessoa a cometer outros agravos além de mentir.#FATO

    ResponderExcluir
  5. tenho um filho que mente muito , bebe tem mania de grandeza , pensa que e rico não sei mais o que fazer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Procure ajuda profissional para ele, pois ele deve estar sofrendo com isso muito mais do que você.

      Excluir
  6. O meu filho vive mentindo, falta no serviço , fala que e rico e lutador de artes maciais que temos carro , onde na verdade não temos nada disso. ja chegou a falar ate que o pai dele me espanca e tudo e mentira .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Existe diferença entre a mentira e a dissociação ou fantasia. Infelizmente estou negligenciando esse tema mas pretendo corrigir o mais breve possível. No caso do seu filho isso pode ser sinal de outra patologia diferente da mitomania, por isso o ideal é leva-lo para consultar um profissional (psicólogo ou psiquiatra)

      Excluir
  7. Bom, vim em busca de respostas pra atitudes da minha mãe e encontrei.
    Desde os meus treze anos (estou com 26 agora), ela mente pra todos que ela conhece e na história que ela conta, sou sua prima ou irmã, que fui criada pela mãe dela (minha vó) e ela tem 30 anos (mas na verdade minha mãe faz 45 amanhã). Bom, apesar de no próprio texto dizer que a mentira é sempre mais nociva para o mentiroso, as mentiras da minha mãe já me causaram muitos problemas. Hoje sei que isso é uma doença e busco um tratamento pra ela, que como todo mentiroso, não reconhece suas mentiras e pior que isso, não tem remorso e nem sente culpa de nada.

    ResponderExcluir
  8. Meu irmão caçula tem 30 anos e mente de maneira absurda. Mente sobre a profissão, os estudos, mente sobre coisas pequena... Está cada vez mais difícil conversar com ele sem duvidar de absolutamente tudo o que ele diz. Não sabemos como confrontá-lo, é constrangedor e afeta a família, pois ele sempre está se envolvendo em todo tipo de confusão. Não sabemos como dizer a ele que procure ajuda médica.

    ResponderExcluir
  9. eu mentia bastante mas agora nao mais porque tinha medo de maguar as pessoas

    ResponderExcluir
  10. Tenho uma irmã que mente, a vida inteira foi assim, mente e acredita na própria mentira.
    Quando é desmascarada, enlouquece e, quer provar de qualquer jeito que não está mentindo e, ainda coloca a culpa nos outros. Sempre se faz de vítima, vive num mundo que é só dela, ela imagina e fala como se fosse a mais pura verdade.
    O problema que ultimamente isso vem se agravando e, está prejudicando a família, causando discussões. Eu sempre pensei que isso fosse uma doença ou desvio de caráter, pois ela mente gratuitamente, sobre qualquer coisa, sem ninguém perguntar nada.

    ResponderExcluir
  11. Boa noite por favor preciso de uma orientação minha filha com suas mentiras ela conseguiu afastar toda a família um dos outros ela nunca conseguiu manter um emprego ela tem 22anos e ja abandonou 2 crianças um ru crio o outro ficou com o pai e nem o casamento ela quis ela abandonou o marido e o filho tento manter contato com ela mas ela não aceita e uma pessoa fria que prefere ficar longe de toda a família o que eu faço

    ResponderExcluir
  12. É muito triste.
    Minha mãe mentiu a vida toda e agora com 73 continua mentindo.
    É desesperador, pq gostaria de amar minha mãe e ter respeito por ela.
    Nunca vou conseguir entender essa doença, pessoas assim fazem tanto mal pra suas famílias e se fazem de vítima.
    Sofro tanto que prefiro me afastar dela.
    Tenho certeza que ela sabe que mente...as vezes acho que é um desvio de caráter, não consigo entender.

    ResponderExcluir
  13. Parabéns pelo blog e pelo seu trabalho, com certeza você está ajudando a muitas pessoas!

    ResponderExcluir
  14. Tive um relacionamento com uma pessoa que não admiro. Tivemos um filho, não estamos juntos e hoje, acabo sendo permissivo com ela... Acabo me julgando fraco com ela...
    Hoje, a pessoa que amo, acabo de perder, pois acabo mentindo pra ela pra encobrir alguma atitude que ela e eu mesmo não me orgulho, principalmente quando o assunto é algo que tenho que me posicionar quanto ao meu filho, e acabo sendo permissivo com a mãe dele, agindo da maneira que ela impõe.
    Eu gostaria que a minha amada me entendesse. Fico sem chão quando brigamos. Tento evitar mas acabo mentindo pra abrandar os ânimos na hora.
    Ela não aceita que eu minta, e também não aceita minha postura com a mãe do meu filho (nem eu mesmo julgo que minha postura com a mãe do meu filho seja correta) aí, quando vi, já fui permissivo e vejo que minha amada não vai aceitar como eu agi, e minto, falando que fiz de uma maneira diferente. ai ela descobre a mentira.
    hoje vejo que perdi definitivamente ela.
    O problema que tive que passar por tudo isso pra enxergar meu problema.
    Acho que é uma doença. Minto também para meus amigos, pra minha família. Digo que fui em lugares que não fui. Acho que pra ser aceito, bem visto, sei lá.
    Minto dizendo que fiz coisas que não fiz. Minto pra encobrir algum erro de trabalho que não tive a postura correta, poderia resolver o problema me comunicando, mas acho que acabo tendo preguiça de me explicar, mais aí depois fica mais complicado e acabo mentindo.
    Tenho uma autoestima horrível, penso vagamente em suicidio às vezes, mas é rápido, passa logo.
    Acho que sou doido.
    Será q preciso de tratamento? Acho que deveria ir a um psicólogo, mas com que dinheiro!? :/
    Cortei o baseado da minha vida a 2 meses... Baseado me deixava ainda mais permissivo, mais mentiroso, mas eu me socializava mais, agora estou me isolando mais. Acho que To meio entrando em depressao volta e meia...
    Que nem o autor do texto disse ... O mentiroso é quem mais sofre na história.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saulo Sofre, não é preciso ter dinheiro para ter um acompanhamento Psicológico ou Psiquiátrico. Procure um P.U.( POSTO DE URGÊNCIA) em sua cidade e peça um encaminhamento para um CAP ( CENTRO DE ATENDIMENTO PSIQUIÁTRICO ). Lá Vc encontrará um psicólogo, um psiquiatra e com ajuda deles, ficará livre deste comportamento. SUCESSO, Saulo!!!

      Excluir
  15. Simplesmente amei o texto , mesmo sem muito conhecimento no passado imaginava que a mentira era uma doença e por em crivel sempre tives pessoas muito mentirosas perto de mim , hoje em dia fico nervosa ao parar pra conversar com pessoas assim apesar de ter amigos assim triste realidade 😢

    ResponderExcluir
  16. TENHO DIFICULDADE DE DIZER A VERDADE COM MEDO DE MAGOAR AS PESSOAS, TENHO MUITA DIFICULDADE DE DIZER PARA AS PESSOAS PORQUE PENSO QUE ELAS VÃO ME ACHAR RUIM, TENHO MANIA DE LIGAR PARA AS PESSOAS PARA CONVERSAR COM ELAS, MUITAS VEZES QUE ELAS ESTÃO OCUPADAS E MESMO ASSIM FICO PUXANDO CONVERSA COM ELAS, AS VEZES ME PERGUNTO POR QUE FAÇO ISSO, OMITO MUITAS COISAS, SEMPRE PENSO AS MESMAS COISAS ACHO QUE AS PESSOAS SE SOUBEREM NÃO VÃO GOSTAR, NÃO FALO DA MINHA VIDA PESSOAL PARA AS PESSOAS, MAIS ACHO QUE TENHO ALGUMA PATOLOGIA POR ESSAS INVERDADES E OMISSÕES JÁ PASSEI POR INUMEROS CONSTRANGIMENTOS E COLOQUEI VÁRIAS PESSOAS EM MOMENTOS COMPLICADOS O QUE DEVO FAZER? ABRAÇOS A TODOS JORGE LUIS

    ResponderExcluir
  17. Bom dia, estou com um sério problema. Tenho uma pessoa do qual me preocupo muito, e ela mente demais. Sabe, vive de mentiras, parece que a realidade da pessoa é a mentira. E ainda diz, não consigo mudar. Eu já tentei. Estou é com pena, apesar de odiar mentira. Mais já vi, que é igual um amigo imaginário, a pessoa tem o prazer da mentira. E o pai dela é pior que ela pra mentir. Será mesmo que um tratamento psicológico ou psiquiátrico resolveria?

    ResponderExcluir
  18. Boa noite a todos, estou passando por uma situação muito delicada, pois já não estou sabendo lidar. Tenho uma filha de 7anos e 7meses, que começou a mentir para mim, desde primeiro de agosto até hoje dia 20 é uma mentira atrás da outra. Ela está agindo bem diferente da natureza dela, pois sustenta a mentira com muita força, quase não consigo descobrir que ela está mentindo, parece cena de teatro. Por favor preciso de uma orientação de que devo fazer, estou ficando desesperada e sem vontade nenhuma de comer, pois ela sempre foi uma criança maravilhosa, sinceramente eu não sei o que fazer, pois sou muito aberta com ela e jamais teria a necessidade de mentir. Desde já agradeço a atenção

    ResponderExcluir
  19. Eu não quero mais mentir.. isso tem cura? De verdade? :'( :'( :'(

    ResponderExcluir
  20. Meu irmao mente a ponto de falar que meus país morreram em accidente d carro... para justificar faltas n serviço, ele perdeu emprego, e Quando confrontado ele se torna hostil e briga com minha mae a magoando. Nao sei mais o q fazer ele eé um mostro

    ResponderExcluir
  21. O pior de tudo,a pessoa que tem essa doença sofre muito, por ser uma pessoa solitária ela idealiza uma vida e uma história que a realidade é totalmente diferente com isso ajuda a suprir a dor, tristeza... só quem sofre de mitomania sabe o quanto é difícil passar por isso.

    ResponderExcluir