Perder o medo de falar em publico

     Quase todo mundo odeia falar em público, para ser mais exato falar em público é o maior medo da humanidade. Sim! A maioria das pessoas prefere literalmente morrer a pegar um microfone e soltar algumas palavras para uma multidão, se não acredita veja isso.
Por que isso acontece? Somos animais sociais, e como tais, necessitamos de ter a aceitação dos nossos semelhantes. Para os primeiros humanos ser aceito pelo grupo era questão de vida ou morte. Visto desse ângulo, o que faria você se submeter a uma situação em que existe grande chance de ser rejeitado? Acontece que não dá para viver se escondendo o tempo todo, e por vezes é necessário se expor para obter a aprovação dos outros (professores, patrões, clientes e investidores). Nesse artigo pretendo ensinar alguns passos para que você vença o medo de falar em público:

Descubra a causa do seu medo

   Medo de falar em público é apenas um sintoma de outro problema mais profundo e enquanto você não souber exatamente o que é nunca irá superá-lo, pois não se pode vencer um inimigo que não se conhece.  Para te ajudar vou listar alguns dos motivos mais comuns em quem tem essa dificuldade:

  Relacionados à aparência física ou pessoal
v  Tenho uma voz estranha
v  Sou feio (a)
v  Tenho algum defeito físico
  Relacionados à ansiedade
v  Fico vermelho (a) quando falo em público
v  Vai me dar branco
v  Gaguejar
v  Entrar em pânico
  Relacionados à baixa autoestima
v  Vou falar alguma besteira
v  Não tenho talento para isso
v  Medo do sucesso (há quem tenha medo disso)
v  Não gosto de chamar muita atenção

    Existem outros fatores, mas eles acabam se enquadrando em alguma dessas categorias.
 
Aprenda a lidar com a causa do seu medo

Quando o problema é a sua aparência
         Na hora de uma apresentação a aparência física é o que menos importa. Você pode discordar dizendo que pessoas bonitas conquistam o público sem abrir a boca. Mas a verdade é que existe a tendência de se acreditar que gente bonita é incompetente (loiras) e que os feios precisam se esforçar para conseguir as coisas e por tanto são melhores (vide Betty a feia). Quando você mostrar que sabe o que está fazendo, ninguém vai lembrar-se do seu aspecto físico, o ator global Rodrigo Lombardi disse isso sobre Sammy Davis Jr. (veja), mas foi muito mal interpretado na época.

Sobre a ansiedade
    A maior parte das reclamações que ouço sobre o medo de falar em público está relacionada à ansiedade. As pessoas relatam que antes das apresentações, elas sentem o coração acelerado, suor frio, tontura etc. Por isso é importante que você aprenda a controlar a ansiedade e não a deixe dominar você. Alguns exercícios podem ajudar a diminuir a tensão que surge antes de você se expor ao público: Exercícios de distração e relaxamento.

Baixa autoestima
 Como você deve ter notado os problemas de autoestima minam a sua confiança fazendo com que você fique inseguro diante de uma plateia. Aumentara autoestima não é algo muito simples e necessita de algumas mudanças na sua vida (terapia pode ajudar), mas o que vai trazer resultados mais imediatos é melhorar a autoconfiança.

   Vença o medo aos poucos

     A aproximação sucessiva é uma técnica muito utilizada pelos psicólogos nos tratamentos de medos e fobias, ela consiste em aproximar gradualmente o fóbico daquilo que ele teme. No caso do medo de falar em público o “treinar” realiza esse papel de se aproximar do objeto de medo, ajuda a diminuir a ansiedade e a dominar mais o tema forma de lidar com o público, a controlar gagueiras, brancos e outros empecilhos:
Treine falando em um gravador: hoje em dia os celulares vêm equipados com um gravador de voz. Fale ao gravador e em seguida escute o que você falou, modifique o que você não gostou, incluindo a sua entonação de voz e palavras usadas. Faça isso diversas vezes até sentir satisfeito com o seu discurso.
Treine usando uma câmera filmadora: se você dispõe desse recurso (muitos celulares tem) utilize-se dele: filme o seu discurso e assista em seguida, corrija o que não gostar e filme de novo, a diferença aqui é que você deve também se lembrar de corrigir a sua postura corporal e os seus gestos.
Treine falando com alguém de sua confiança: faça o seu discurso (ou fale a sua parte) para sua mãe, pai, namorado (a) ou qualquer pessoa com a qual você não se sinta tão intimidado ao falar. Não importa se essa pessoa não entender do tema ao qual você vai discorrer, o importante é que você tenha uma ideia de como será quando falar com outras pessoas.
Treine falando com um pequeno grupo: quando estiver mais confiante, faça a sua apresentação a um grupo pequeno de pessoas de sua confiança. Pode ser os seus amigos, os outros alunos (ou palestrantes) que irão se apresentar com você ou a sua família.
Importante: quando estiver mostrando seu trabalho para outras pessoas existe a possibilidades de que elas façam perguntas sobre o que você está falando ou critiquem algum ponto, se isso acontecer é por que provavelmente algo ficou confuso mesmo, corrija isso e lembre-se de agradecer afinal essas pessoas estão lhe prestando um favor.
Veja mais dicas em:

Técnicas que ajudam a relaxar diante do público:
Olhar amigo: procure no público uma pessoa conhecida ou alguém que lhe passe confiança e direcione o seu discurso para esse indivíduo como se estivesse falando somente com ele (a), isso ajuda a diminuir a preocupação com os outros olhares. Essa técnica funciona bem, porém se ficar muito tempo olhando fixamente a mesma pessoa pode trazer para ela uma sensação de desconforto, por isso procure por mais de um rosto amistoso no meio da sua plateia.
Quarta parede: esse é um conceito oriundo do teatro, no palco onde ocorrem as peças existem as paredes que estão atrás e as laterais (3 paredes) e diante do artista está o publico, nessa técnica imagina-se que exista um quarta parede que separa o ator (ou palestrante) do público ou seja, imagine que diante de você está uma parede, que você está em um quarto fechado dessa forma não razão para se inibir.
A caneta mágica: segure uma caneta na mão durante a apresentação, enquanto estiver falando, se sentir-se nervoso, concentre-se um pouco na caneta, sinta a textura dela, role-a entre os dedos, na palma da mão etc. Brinque com essa caneta discretamente. Isso com certeza vai ajudar você a se sentir menos tenso.

Atenção! Essas três técnicas são muito criticadas por palestrantes profissionais, por tirarem a atenção de quem está falando e do público presente. Por isso só as utilize caso não tenha outro jeito.

Uma ultima palavra:

     O que torna um medo algo realmente assustador é muito mais a fantasia do que a realidade. No caso do medo de falar em público quem possui esse temor acredita que as pessoas vão reagir de maneira muito mais negativa do que qualquer público reage na vida real. Para ser sincero, quando nota que o orador está nervoso, o público costuma se mostrar mais receptivo e até apoia-lo.
     Se você não é um palestrante profissional, desses que ganham muito bem por cada apresentação, o público não vai exigir que você aja como tal. Vão entender se você gaguejar, ficar vermelho ou se perder um pouco. Mesmo a banca examinadora de TCC não está preocupada com o seu talento como palestrante, mas sim com o quanto você compreendeu o tema ao qual estudou.

     Se você sente que precisa de mais informações e maior apoio eu indico que participe do Curso Como falar em público de Diogo Menezes, nele além de você ter acesso a um material exclusivo terá também direito a suporte direto com um professor que já participou de diversos programas de TV.   

Cesar Augusto S. Borella. Tecnologia do Blogger.

Quem sou eu

Copyright © Psicologo.com

É PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL OU PARCIAL DOS ARTIGOS DO PSICOLOGO.COM SEM A AUTORIZAÇÃO EXPRESSA DO AUTOR