O que é TOC? Entenda essa doença e seus sintomas

O que é TOC?

      

Transtorno Obsessivo Compulsivo
ou TOC trata-se de uma doença ligada a obsessões e compulsões. Uma obsessão é uma ideia, pensamento ou imagem mental que surge na mente de maneira repentina e acaba por tornar muito difícil (quando não impossível) para o sujeito pensar em outra coisa. Uma compulsão é um comportamento consciente (a pessoas sabe que está fazendo isso) e recorrente que o compulsivo não consegue evitar ou tem dificuldades em fazer isso.
     Pacientes com TOC são acometidos por obsessões, ou seja, alguma idéia fixa e persistente que em geral lhe é muito incomoda, pode ser um pensamento do tipo: “tenho que colocar fogo na minha casa” ou “mundo vai acabar hoje” (estes são exemplos reais que falados por pacientes). Esses pensamentos repetem incessantemente assim como as ideias ligadas a eles, o obsessivo tem consciência de que estes pensamentos são absurdos e perigosos, mas não consegue se distanciar deles. Nesse ponto a compulsão surge como uma forma de afastar tais pensamentos, assim ao invés do individuo incendiar a própria casa, ele irá contar objetos (por exemplo), ou então passará a esconder e evitar isqueiros, fósforos etc.
     O comportamento de evitar certos objetos faz com que às vezes o transtorno compulsivo seja confundido com fobia, a diferença está no fato que nas fobias existe o medo do objeto e no TOC existe a necessidade de evitar o pensamento que esse objeto traz.
    Resistir ao impulso compulsivo aumenta o estado ansioso ao passo que ceder a compulsão alivia a ansiedade (como acontece com um vício). Por  esse motivo e pelas causas atribuídas ao TOC que ele está enquadrado entre os Transtornos de ansiedade.

Qual a diferença entre o TOC e a mania?

     Mania é um termo da Psiquiatria que no senso comum virou sinônimo de hábito ou costume, é sobre isso que estou falando inicialmente. Na mania comum não existe obsessão (por ai para já vemos a diferença) e apesar do comportamento repetitivo também ser usado para aliviar ansiedade o sujeito possui maior controle sobre ele. Se sua intenção lendo esse artigo é aprender a se livrar de uma mania sugiro que leia: Como vencer vícios e manias.
   
   Dentro da psiquiatria mania é uma ideia fixa apresentada em casos de psicose. Na mania o individuo é tomado de um pensamento ou ideia da qual ele não consegue se distanciar, como é caso da mania de perseguição, nessa mania em questão sujeito é tomado pelo axioma de que é constantemente perseguido por uma pessoa (ou grupo de pessoas). A diferença entre essa mania e o TOC é que na ultima o sujeito tem possui consciência de que a ideia obsessiva é absurda, não existe delírio. Na psicose o paciente não só acredita que sua ideia é perfeitamente lógica quanto cria um emaranhado de fantasias para sustentá-la.
     No transtorno bipolar existe uma oscilação entre a depressão e a mania, aqui mania seria o inverso da depressão, uma elevação exagerada do humor psicológico que levaria o sujeito a um estado de euforia e sensação de onipotência (mania de grandeza). 

                                         Sintomas de TOC    

Obsessivos
Compulsivos
    Preocupação, evitação ou repulsa exagerada por certos objetos: facas, fósforos, secreções corporais, etc.
Excesso ou ritualização de lavagem de mãos, escovação, banhos ou pentear cabelos.
Medo constante de que algo terrível possa acontecer: incêndios, morte e doenças (própria ou de uma pessoa querida).
Verificação de portas, aparelhos, gás, fechaduras carros, etc.
Pensamentos, impulsos ou imagens mentais proibidas ou perversas.
Organizar objetos de maneira sistemática baseada em cores, tamanho, forma etc.
Impulsos, ideias ou imagens de conteúdo sexual, em geral inadequados ou perversos.
Rituais repetitivos, por exemplo, sentar e levantar determinado número de vezes até se acomodar em um assento. 
Sons, palavras ou musicas sem sentido e intrusivas.
Armazenar e colecionar
Inquietação relacionada com simetria ordem e exatidão.
Necessidade de perguntar, confessar ou se desculpar por coisas desnecessárias. 
Preocupação com coisas relacionadas à sorte e azar (cores, números, objetos, palavras e superstições).
Tomar medidas que evitem riscos ou perigos para si e para outras pessoas
Impulsos e ideias agressivas e violentas
Contar objetos
Medo e preocupação com contaminação
Lavar, esterilizar ou qualquer outro ritual para evitar risco de contaminação.
Pensamentos ligados a questões religiosas, excessivos ou em desarmonia com a experiência cultural e familiar do sujeito.

A tabela não sugere relação entre obsessões e compulsões

TOC tem cura? 

    Para ser sincero esse não é um transtorno simples de se tratar, ele costuma ser desgastante tanto para o paciente quanto para o terapeuta. Até a ultima pesquisa que eu li, foi apontado que cerca de 50% dos pacientes eram capazes de sentir melhoras significativas em seus sintomas após tratamento medicamentoso e psicoterapêutico.
     Já ouvi relatos de pessoas que afirmam terem conseguido se curar definitivamente desse problema. Entretanto quando o assunto é Transtorno obsessivo-compulsivo a intenção principal tanto do psicólogo quanto do médico é melhorar a qualidade de vida do paciente. 
    O TOC pode levar ao isolamento social, acarretar um Transtorno Depressivo Maior e por vezes ao suicídio. Desse modo para o psicólogo é interessante auxiliar o paciente desenvolver um maior autocontrole, ajustamento social e profissional.