Você nunca vai vencer a timidez! Saiba o motivo:

Você nunca vai vencer a timidez! Saiba  o motivo:

       

Faz certo tempo que eu pesquiso, respondo perguntas e escrevo sobre timidez, ansiedade social e fobia social. Na verdade tempo suficiente para compreender o motivo pelo qual tantas pessoas passam suas vidas inteiras sendo aprisionadas pela timidez. Sim! Estou falando de você que já leu diversos livros sobre o assunto, assiste vídeos sobre timidez e lê frequentemente os meus artigos e blogs.

O que causa a mudança dentro de você?
        Há muito tempo os psicólogos sabem que uma pessoa somente muda o seu comportamento ou se cura de um transtorno mental se ela/ele assim o desejar. Aliás tal fato é motivo de chacota e descrença nas psicoterapias, porém é a mais pura verdade.  Alguém que não quer deixar de ser ansioso, não vai vencer a ansiedade mesmo com os melhores tratamentos, ele pode estar sedado, mas ainda assim continuará se preocupando com trivialidades.

Motivação é a chave da transformação
       
Por que não consigo vencer a timidez?

Eu sempre repito, por que é um fato: motivação é o combustível para a mudança de atitudes. Deixar de ser tímido é algo que irá exigir de você grande esforço e muitos sacrifícios e só resiste a isso quem tem motivos realmente fortes e sinceros. Caso a sua motivação seja frouxa você irá fraquejar e desistir voltando a se esconder na timidez.


Seus motivos não são fortes o suficiente
        Você acha que já encontrou motivos para vencer a timidez, mas infelizmente está errado! Como eu sei disso? Porque você está lendo esse texto! Se sua motivação fosse realmente boa você já teria superado esse problema de uma vez por todas.  Mas nos próximos parágrafos irei mostrar as razões pelas quais você deve sacrificar tudo para vencer a timidez.
Leia também:
·         Dicas para Vencer a timidez
·         Paquera para tímidos

Por que você deve vencer a timidez
       No artigo anterior eu afirmei que o real motivo pelo qual você não consegue vencer a timidez é a falta de motivação. Sim eu sei que você deseja muito, mas como eu já afirmei anteriormente às vezes desejar não é o suficiente.  Neste artigo eu irei mostrar algumas razões pelas quais você realmente deve fazer todo o esforço necessário para superar a timidez.

O que motiva a transformação?
     

Decompondo a palavra motivação obtemos motivo+ação, ou seja, é aquilo que move para agir. Somo principalmente motivados pelo desejo e pelo medo. O primeiro é que te trouxe até esse blog e a ler esse artigo, mas como afirmei anteriormente ele não é o suficiente. Qual é a razão de estar repetindo isso? Pense o tanto de coisas que você deseja ter ou fazer... quantas tem sido adiadas há anos para ser adquiridas ou realizadas? A verdade é que medo é um motivador muito melhor, pois ele cria dentro do individuou um senso de urgência ou emergência.

Quero te deixar apavorado! Sim essa é a minha intenção! Não sei se vou conseguir, mas vou fazer o possível que isso aconteça.  Caso você não queira isso, pule esse artigo e leia os próximos, porém tenha certeza de que tudo o que vou falar é verdade...

Lembre-se do que a timidez com seu passado:
        A timidez lhe proporcionou um histórico de solidão e sofrimento não é mesmo? Lembra-se das pessoas com as quais quis conversar porém foi impedido por ela? E aquele por quem você sempre nutriu admiração, diria até uma paixão, porem o medo de ser rejeitado te impediu de dizer o que sentia por ela. Não se esqueça das oportunidades que teve para mostrar o seu conhecimento, ter boas notas ou impressionar seu chefe e, no entanto foi calado pela timidez.

Como a timidez afeta o seu presente?
        Você tem visto a pessoa que gostava nos braços de outro (a)? Vê gente menos preparada que você se dando bem enquanto você fica para trás? Sua frio, tem taquicardia e tontura toda a vez que te pedem para falar na frente de mais que uma pessoa. Acaba perdendo dinheiro por que não tem coragem de reclamar de um produto com defeito ou do troco veio errado. Muita gente abusa da sua boa vontade te pedindo favores abusivos ou te destinando os piores trabalhos só por você não conseguir se impor.

Como a timidez pode destruir o seu futuro
        Imagine todas as outras pessoas se casando e você ficado para trás, até chegar à idade em que nenhum (a) pretendente se interessar por você. Por conta disso, e de seu isolamento a sua terceira idade será extremamente solitária. Se isso já não fosse o bastante temos que considerar ainda a sua vida financeira, não e engane, mesmo que você seja inteligente, o sucesso profissional depende da sua capacidade de se relacionar com outras pessoas, sem isso estará condenado a ter os piores serviços e os menores salários. Resumindo: você vai chegar ao fim da vida pobre e solitário (a) se não vencer a timidez!

O que você deve fazer para vencer a timidez?

        Você já vasculhou a internet atrás de solução para o seu problema, mas ainda sofre com a timidez? Dicas são para casos mais leves, se elas não estão surtindo efeito é necessário ir além. Matricule-se em um curso sobre timidez, faça aulas de teatro e/ou de oratória. Comece a fazer terapia para ressignificar os seus bloqueios e desfazer pensamentos automáticos. Mova-se! Não deixe a timidez te impedir de viver.

Método Reconquistar

Método Reconquistar

Terminar um relacionamento é sempre algo muito doloroso e se torna muito pior se você ainda ama a outra pessoa. Será possível fazer com que ela mude de ideia e queira voltar com você? Recebo muitas perguntas relacionadas a isso, porém essa não é de longe a minha especialidade. Por essa razão fui procurar um especialista no assunto, foi então que conheci o trabalho de Vinicius Santucci: o impressionante Método Reconquistar. Impressionante porque está ajudando muitas pessoas a se reconciliarem com os seus/suas Ex-esposa (o), ex-namorada (o), ex-noiva (o), enfim está salvando centenas de relacionamentos no Brasil.

O que é o Método Reconquistar?

Método ReconquistarO Método Reconquistar, como o nome deixa claro, é um processo diferente e muito eficaz que vai te ajudar a recuperar o amor da sua/seu ex. Esse método é explicado passo a passo através de vídeo-aulas, um audiobook e um livro eletrônico, ou seja, não tem como não aprender. O mais interessante é que ele instrui coisas muito diferentes do que se costuma fazer para se ganhar de volta o amor de alguém, ele ensina técnicas que você nunca imaginou!
Não importa o motivo pelo qual você terminou o seu relacionamento, brigas, traição, ciúme essa metodologia de reconquista se mostra eficaz, quem garante isso são os seus mais de 6.000 usuários satisfeitos.

Quem é o criador do método reconquistar?

Vinicius Santucci é Máster coaching PNL e Especialista em Psicologia de Interação Social e é dono de uma famosa empresa de consultoria de relacionamento em São Paulo. Se isso já não fosse o bastante ele também é autor de diversos Best-sellers na área de relacionamentos amorosos, por essa razão é ele já foi entrevistado por programas de televisão da Band, SBT além de várias revistas e rádios em vários locais do Brasil.

Pare de fazer tudo errado!
Sabe qual é a razão pela qual você não consegue voltar com a sua ex? Você está fazendo do jeito errado, tudo o que tem feito foi fazer papel de bobo e afastar ainda mais a pessoa que ama. Aprenda a fazer do jeito certo através do Método reconquistar.  

Garantia de sucesso!
Mais de 75% das pessoas para quem eu indico esse produto no artigo Como como conseguir voltar com uma ex me retornam dizendo que conseguiram voltar com o Amor da sua vida. Além disso, se você não ficar satisfeito com o resultado o criador do produto te devolve o seu dinheiro!

Você ganha consulta com especialista
Já pensou em ter a oportunidade de conversar com um especialista em reconquista para fazer qualquer tipo de pergunta? Pois você vai ganhar isso adquirindo esse produto, além de três e-books que vão ajudar muito a sua vida amorosa, mas isso eu não vou contar se quiser saber que livros são esses, entre na página do Método Reconquistar.

Estou sofrendo bullying o que eu faço?

Estou sofrendo bullying o que eu faço?

Um sujeito maior está te perseguindo? Colocando apelidos horríveis (baleia, quatro olhos, mordida assassina etc.) fazendo piadas para que todos riam de você, ameaça te bater e parece que sempre está te seguindo?  Sim isso é bullying! Mas o que você pode fazer para sair dessa?  Veja algumas dicas:

 Faça amigos
Sei que as vítimas de bullying são pessoas tímidas e tem dificuldades em fazer amigos... Mas tente! Isso vai aumentar sua autoestima e o mais importante é que os bullies não vão mais te encontrar sozinho. Já ouviu o ditado? “A união faz a força” sozinho você pode não ser muito forte, mas na companhia dos amigos a história é diferente.

Evite ficar sozinho – os agressores procuram esperar os momentos em que a vítima estar só e longe de qualquer um que possa defendê-la para poder atacar. Se não tiver amigos prefira ficar próximo à diretoria ou sala dos professores nos momentos de intervalo (ou recreio).


Aproxime-se mais dos adultos da escola: cumprimentar o tio do pátio, a merendeira, o pessoal da secretaria é uma estratégia, converse com eles e tente ficar por perto nos horários que não há aula, tente ser visto mais vezes pelos funcionários da escola (ou local que estiver), isso aumenta as chances de um deles te ajudar com o valentão.

Entre em um clube de que goste (xadrez, leitura, ou qualquer outro), pratique seu esporte preferido (mesmo sendo pato), entre em qualquer grupo do seu interesse, isso vai te ajudar a fazer novos amigos.
·        Como fazer amigos

Aprenda a se impor
        O bully escolhe uma vítima entre os que ele sabe que são mais fáceis de intimidar por essa razão você precisa aprender a se impor, isso não quer dizer que você vai enfrentar o valentão (pelo menos não fisicamente):

·        Procure olhar nos olhos do valentão e evite desviar o olhar
·        Fale com firmeza e convicção como uma pessoa confiante faz: “devolva a minha caneta!” “sai de perto de mim!”.
·        Segure o choro, pelo menos na frente do bully, não chore mesmo que ele fale coisas que te deixe muito nervoso (a) ou chateado.
·        Mantenha a aparência de calma, não deixe ele (a) perceber que te intimida.
·        Se ele quiser pegar alguma coisa sua (algum pertence, dever de casa, etc.) pode ser melhor entregar, mas fale para um professor, inspetor (tio) ou outro responsável que conseguir encontrar.

Não tenha medo de pedir ajuda

Sei que você não acredita muito que alguém vai poder te ajudar, ou então sente vergonha ou medo do vão dizer, mas sempre existe alguém que pode e quer realmente te ajudar. Por isso eu te digo: fale para todo mundo que você pude, alguém vai te ajudar. Conte para alguém que está sofrendo maus tratos de colegas na escola, fale para seus pais eles querem sempre o melhor para você. Conte para os professores, converse com a diretora, inspetores, enfim você não precisa resolver esse problema sozinho.

Veja também
·         Bullying o que é isso?
·         Por que eu sofro bullying?

Por que eu sofri bullying?

Por que eu sou ou fui  vítima de bullying? 

     

Entre os que chegam até mim pedindo alguma forma de apoio psicológico ou emocional, seja no meu trabalho ou pelo PsicologoSP.com, existe um grande número de vítimas ou ex-vítimas de bullying. Estudos apontam que pessoas que sofreram com esse problema são mais propensas a desenvolver depressão, ansiedade, problemas de autoestima, insônia, fobia social entre outros transtornos. Muitos deles apontam o bullying como a raiz das suas atuais dificuldades e não conseguem entender o motivo pelo qual foram vítimas de brincadeiras tão cruéis e de tamanho mau gosto. Desse modo pretendo mostrar para essas pessoas as razões pelas quais passaram por isso: 



Por que você sofria (ou sofre) bullying?
   Se eu te fizer essa pergunta de maneira tão simples e direta assim é bem provável que a sua resposta seja algo como:
      ·        Por que eu era gordinho
      ·        Sou muito magro
      ·        Uso óculos
      ·        Sou muito alto
      ·        Sou feio
      ·        Sou desajeitado
   Quando parar para pensar vai se lembrar de que no local onde sofria ou sofre bullying existiam outras pessoas com as mesmas características que você, aliás, não é incomum que um valentão possua a mesma característica que costuma tirar sarro na vítima. Por exemplo, um bully gordinho que persegue outro gordinho. 

Não foi seus aspectos físicos que fizeram de você uma vítima de bullying!
  
Os apelidos cruéis que faziam referência a alguma coisa no seu corpo eram apenas formas de te agredir, assim como as brincadeiras estupidas e as risadas de escárnio, nada tinham a ver com essa sua característica.  Não acredita? Bem, quando eu estava na sexta série, tinha um garoto na minha sala que era o favorito das meninas (sim ele era e ainda é bonito), tirava boas notas e era bem quisto por todos os professores. Isso o tornou alvo dos valentões que lhe deram os apelidos mais bobos e cruéis possíveis. Percebeu? Não são “defeitos” que te tornam alvo de valentões.

     Veja também
·         Estou sofrendo bullying
·         Meu filho sofre bullying

Era alguma coisa que você fazia ou não sabia fazer?
Existe quem que acredita que eram vítimas de bullying por gostar de algo exótico que os outros não gostavam (histórias em quadrinhos, livros, um estilo de musica que não está na moda, etc.). Não saber jogar futebol, não vestir roupas de marca e não ouvir o estilo de musica da moda também é apontado como razão para ser hostilizado. Entretanto tem gente que faz ou deixa de fazer a mesma coisa e ainda assim não é desrespeitado.

A verdade
O termo bullying vem de bully (algo como valentão em inglês) e é justamente no agressor que está à chave para entender o seu problema. Na realidade o sujeito que implicava com você faria isso com qualquer pessoa, se não fosse você seria outro ele só precisava de alguém par destinar a sua agressividade, um bode expiatório. O que você fazia ou sua aparência era apenas uma desculpa ridícula para te atacar.
Porém a pergunta que fica é: por que eu fui escolhido para se a vítima dele (a)?: o bully costuma escolher uma vítima que lhe ofereça menos resistência e perigo, não vai escolher alguém que possa revidar ou tenha coragem de pedir ajuda e proteção aos adultos (professores, inspetores, pais etc.).
Então você foi escolhido por ser mais tímido, introspectivo e possuir maior dificuldade de se impor.
·         Entenda o Bullying

O problema acabou?
Infelizmente não! Enquanto você não aprender a se impor continuará sendo vítima de “valentões”. Eles mudam de nome e posição: virão patrões abusados, amigos aproveitadores, parentes folgados, clientes extremamente exigentes etc., no entanto continuam te oprimindo.
Como sair dessa situação? Você precisa desenvolver a sua autoestima e sua autoconfiança, não pela internet que se consegue isso mas posso lhe dar algumas dicas nos artigos:
·         Como ser respeitado

Socorro! Meu filho está sofrendo bullying

Socorro! Meu filho está sofrendo bullying

O que todo pai e toda mãe deseja é que seus filhos sejam sempre felizes e que estejam sendo bem tratados quando eles, os pais, estiverem ausentes. Por essa razão o bullying é um fantasma que assombra muitas mentes paternas, afinal imaginar que seu maior tesouro está sofrendo nas mãos de um pequeno tirano é algo muito difícil. Veja algumas coisas que você pode fazer pra minimizar esse problema:

Como saber se meu filho está sofrendo bullying?

Se você é uma mãe ou um pai atento terá notado algumas mudanças que podem indicar que o seu filho ou filha está sendo vítima de bullying.
·         Insiste para mudar o trajeto de ida ou volta da escola.
·         Apresenta uma queda repentina nas notas.
·         Parece muito tenso e preocupado nos dias de voltar a escola, e extremamente feliz e descontraídos aos finais de semana e feriados.
·         Começou a preferir ficar próximo aos adultos e evitar crianças da mesma idade.
·         Seus pertences aparecem quebrados ou simplesmente desaparecem.
·         Aparece com ferimentos e hematomas que não consegue explicar ou dá uma explicação sem sentido e/ou vaga.
·         Começa a apresentar algum tique ou sinal de ansiedade: roer unhas, chupar dedo, etc.
·         Demonstra alterações repentinas de humor, explosões de raiva, irritação ou choro.
·         Apresenta um súbito interesse por coisas violentas, filmes, jogos revistas etc.
·         Queixa-se de dor de barriga, dor de estomago, enjoo, tontura, perda de apetite, insônia (sintomas de Ansiedade) sendo que isso se intensifica no horário que antecede a entrada na escola.
·         Aumenta os gastos em cantinas ou começa a pedir mais dinheiro para ir à escola (sinal que está sendo extorquido ou está comprando presentes para agradar um valentão).

Atenção! Cabe lembrar que a presença de algum desses sintomas não significa necessariamente que seu filho esteja sofrendo bullying. Porém a se vários deles aparecerem com frequência é sinal que você deve investigar mais fundo.

Veja também:
·         Bullying entenda esse problema

Como ajudar meu filho a lidar com o bullying?

Se você tem absoluta certeza que o seu filho ou filha está sendo uma vítima de bullying qual é a melhor maneira de proceder?

O que você NÃO deve fazer
Nunca diga a culpa é sua: Nunca responsabilize o seu filho que é vítima de bullying por não conseguir reagir às agressões que ele vem sofrendo.

Não encoraje o revide: não é uma boa ideia incentivar que seu filho (a) assuma uma postura agressiva, ele pode se machucar ou machucar a outra criança e consequentemente acarretando problemas maiores para ele e para você. Não incentive outras crianças a revidar por ele (irmãos mais velhos, tios, amigos).

Não tire satisfação: procurar o valentão ou os pais dele para tirar satisfação sobre o que está acontecendo pode piorar tudo, o bully pode se tornar mais agressivo e/ou os pais deles podem “engrossar” com você. 

O que você pode fazer?
Ajude-o a aumentar a autoestima: os apelidos maldosos fazem um efeito tão forte no seu filho ou filha por que ele (a) também acredita neles, ele acredita que é feio, esquizito, etc. Uma criança ou adolescente com boa autoestima não se incomodaria com isso. 

Aproxime-se da escola: entre em contato com os professores e a direção da escola com o intuito de informá-los da sua suspeita. Peça ajuda e lembre-se de manter sempre a educação (infelizmente acho que preciso colocar esse aviso) afinal a escola tem muitos problemas e ninguém lá é seu empregado.
·         A depender da resposta que receber da instituição cogite a possibilidade transferir o seu filho para uma escola que posso oferecer maior atenção a ele.

Ajude-o a se impor: no artigo Estou sofrendo bullying eu dei algumas dicas para a vítima lidar com o valentão, ensine ao seu filho (a) ou peça para ele ler, se for ensinar, lembre-se de falar com ele/ela de forma carinhosa e ser compreensivo (a).
·         Matricule-o em uma aula de artes marciais: A filosofia das artes marciais ajuda a desenvolver a autoconfiança e a tranquilidade diante de um desafio.

Converse com os pais do agressor: Conversar não é tirar satisfação e nem sequer exigir nada, o que você deve fazer é avisar aos pais do outro garoto (a) e pedir que eles conversem com o filho sobre o problema. Seja gentil e peça para que eles não punam o outro garoto, isso vai ajudar a fazer com que eles se sensibilizem com você e evita que o valentão veja o seu filho (a) como um dedo duro.

Lembre-se...
O outro garoto (a) não é um marginal, é apenas uma criança que em muitos casos é também vítima de pais violentos (por que você acha que eu te pedi para não ir tirar satisfação?) e de um lar desorganizado. Então trate-o com carinho. 

Como saber se alguém interessado em mim?

Como saber se alguém gosta de mim?

Você começa a se interessar por alguém, seja no trabalho, faculdade ou na escola, mas como saber se essa pessoa também está a fim? Vamos imaginar uma coisa diferente você desconfia que alguém está lhe paquerando, porém não tem certeza ou seus amigos dizem que aquela garota ou garoto está te dando mole, mas sua opinião não é a mesma da deles. Então como tirar a dúvida? Esse tema foi sugerido por leitores, mas acho que vale a pena saber um pouco mais sobre isso.
           ·        Como deixar de ser tímido com as mulheres

Por que é difícil saber se ela (e) está interessada em mim?
        Seus amigos dizem que ela/ele está te olhando e você discorda ou você está paquerando ele (a) e não sabe se está dando resultado? Sua dúvida pode ter três origens:

Baixa autoestima: quando uma pessoa possui baixa autoestima ela dificilmente acredita que alguém possa se interessar por ela, principalmente se esse alguém for de alguma forma atraente. Nesses casos o individuo só se convence do interesse do outro quando este desiste, ou seja, tarde de mais. Como melhorar a autoestima.

A paquera  Edouard Bernard Debat-PonsanAuto ilusão: Se você estiver muito apaixonado (a) pela outra pessoa, inconscientemente vai negar qualquer sinal de desinteresse por parte dela (e). Entendeu? A menina ou menino deixa sinais claros de que não está interessada, mas você se ilude dando a isso um tom de incerteza e dúvida.

Falta de experiência: Se você não teve uma vida amorosa muito badalada ou não é muito de paquerar e ficar, pode não ter tido tempo e oportunidade de aprender os sinais de que alguém está interessado em você.

11 Sinais de que uma pessoa está afim de você

1 O olhar Esse é o primeiro sinal e costuma ser o mais fácil de notar, a pessoa olha muito para você, o olhar é carregado de desejo e\ou carinho. Se o interessado não é tímido ele (a) vai segurar o olhar e provavelmente sorrir junto. Entretanto se for tímido vai tentar desviar rapidamente os olhos.

2 necessidade de se mostrar Uma pessoa interessada ou apaixonada tem a necessidade de mostrar para o seu/sua  pretendente que é um bom partido. Por essa razão ela começa a falar mais alto quando você está perto, tenta mostrar as sua qualidades (por vezes conta vantagem), é possível que passe a usar roupas que revelem mais o próprio corpo e faça “poses” ao te ver. Isso tudo parece espalhafatoso (e às vezes é mesmo), mas as pessoas fazem isso de uma maneira sutil (ou quase).

4 interesse em coisas que você faz

perguntar sobre as coisas que você faz e gosta, voltar depois mostrando que sabe mais a respeito disso, demonstrando que  andou pesquisando, ou faz questão de dizer que viu em algum lugar e lembrou de você.

3 necessidade de mostrar afinidade tentar mostrar que possui muitas coisas em comum com você, gostos musicais, filmes favoritos, livros etc. Quando eu era adolescente me lembro que uma garota passou imitar a minha forma de vestir e usar camisetas de bandas que eu gostava.

5 Faz de tudo para ficar por perto sempre tem um desculpa para ficar próximo (a) a ti.
  
6 começa a tocar mais ela ou ele fazem de tudo para te tocar, abraçar sem razão, acariciar os cabelos, tocar barriga etc. Usando por vezes desculpas boba e sem sentido para fazer isso.

7 você é o máximo puxa seu saco em tudo ou quase tudo o que vocês, vive fazendo elogios e é a pessoa que mais ri das suas piadas e gracinhas
.  
8 tom de voz é possível notar que a pessoa adota um timbre de voz mais carinhoso e meigo para falar com você.

9 Posição corporal pessoas apaixonada apresentam um certo comportamento mimético, você passa a imitar a pessoa que gosta, um teste para verificar isso é mudar de posição enquanto fala (cruzar os braços, pender a cabeça para um lado) o apaixonado vai simplesmente imitar a sua postura. 

10 Tenta se mostrar um bom partido: quer mostrar que é um bom/boa namorado (a), fala que não é ciumento (a), que é um cavalheiro ou uma mulher gentil e fácil de lidar, tudo para te ver interessada (o).  


11 Cumprimentos mais calorosos: Faz questão de te abraçar e te beijar na hora de cumprimentar, mesmo que faça isso com outras pessoas (para disfarçar) a sua vez é sempre mais calorosa. Não dispensa fazer isso, mesmo nas hora que acenar de longe seria o suficiente.  

Cesar Augusto S. Borella. Tecnologia do Blogger.

Quem sou eu

Copyright © Psicologo.com

É PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL OU PARCIAL DOS ARTIGOS DO PSICOLOGO.COM SEM A AUTORIZAÇÃO EXPRESSA DO AUTOR